domingo, 1 de janeiro de 2012

Sobrevivendo a uma nevasca

Povo meu,

Eu prometi como promessa de fim de ano que eu iria retornar para cá. E sem preguiça.
Entao, nada melhor do que começar o ano cumprindo uma promessa néh?

Okay, eu nao estou sob o efeito da bebida de ontem ainda kkkkk
A postagem é sobre isso mesmo. Um tutorial sobre como sobreviver a algumas situações.
Outro dia eu tava conversando com a Thay, e apesar da gente estar apenas falando de neves e cabanas, essa coisa de sobrevivência me veio na cabeça. Entao, eu vou fazer uma série de posts, sobre como sobreviver a determinadas situações. O primeiro será sobre "situações na neve".

Tipo, nós nunca sabemos quando terá um assasino louco e perigoso dentro do aviao em que estamos, que vai tentar matar alguem e acaba causando uma queda num lugar totalmente frio e deserto certo?
(para maiores imaginações leia: Ela Foi Até o Fim - Meg Cabot kkkkkk)
Se uma coisa dessa acontecer (algo muito provavel por sinal), nada melhor do que estarmos totalmente preparados.

Chamando Resgate

Vamos lá. Eu acho que a primeira coisa sobre sobrevivencia que uma pessoa deve saber é o sinal de SOS. Tipo, nao  é só você escrever SOS com gravetinhos como se vê nos filmes nao kkkkk
Ateh pq se vc estiver numa nevasca, você NAO VAI conseguir ficar do lado de fora e a nevasca encobriria sua "obra prima" kkkkkkkk
O certo é tentar mandar uma mensagem pelo rádio do aviao, ou qualquer outro objeto de comunicação que você tenha funcionando em mãos. Uma lanterna apontada para o céu também é de grande ajuda.
É muito simples. Eu aprendi esse código quando eu tinha uns 12 anos de idade (na realidade eu sabia o código morse e o código dos aviadores inteiros kkkkk mas esqueci kkkkk)
SOS = (...)(---)(...)
Oralmente diz-se "dit dit dit dah dah dah dit dit dit".
Pode-se dizer também: curto curto curto longo longo longo curto curto curto

Fácil néh?? *-*

Bem, depois de enviada a mensagem do socorro, uma bandeira ou algo que sinalize sua posição é de grande ajuda. Se fosse numa praia eu aconselharia uma fogueira. Mas como estamos falando de neve, algo que se destaque é uma solução melhor.
Uma bandeira vermelha, levantada ao alto, pode muitas vezes ajudar na sua localização.
Não tem uma bandeira vermelha na mala? esqueceu a sua em casa? kkkkkk qualquer coisa serve, ateh mesmo uma camiseta, por exemplo.
Na falta de algo vermelho, pode ser qualquer outra cor que tenha destaque, levantada ao alto, onde possa se ver de certa distancia.
(só nao vá usar uma bandeira branca na neve néh?? ¬¬' kkkkkkkkkk)

Esperando pelo Resgate

Uma coisa muuito importante enquanto se espera pelo resgate numa nevasca é NUNCA se desesperar, e sair em busca de ajuda por exemplo.
A primeira habitação humana pode estar a quilômetros de distancia, e você pode acabar se perdendo, morrendo congelado ou sendo devorado por algum animal selvagem.
Procure manter-se num local quente (como dentro da cabine do aviao ou dentro do carro), se aquecendo da melhor maneira possível, e esperando pelo resgate.

Nao tem um lugar quente pra ficar? bem, nao digo que essa alternativa é muito eficaz, ja que vai demorar um bom tempo. Mas numa situação de emergencia, com um pouco de imaginaão, essa pode ser uma dica util.
Como construir um iglu.
Um iglu (para quem nao sabe e eu duvido que exista alguem que nao saiba) é uma casa feita totalmente de gelo. Pode parecer ironico se esconder do frio, com gelo, mas é verdade. O gelo é um isolante térmico 100 vezes mais poderoso que o aluminio.


Como se faz: 

Engenharia no geloA construção de um iglu é simples e rápida
1. OS TIJOLOS
O primeiro passo é testar a consistência da neve. Ela tem de estar compacta o suficiente para permitir o corte de blocos retangulares degelo. Nas comunidades primitivas, esses tijolos eram serrados com ossos de foca ou de baleia afiados. Depois, os esquimós passaram a usar facões de metal
2. A ESTRUTURA
A primeira fileira de blocos é ligeiramente enterrada no chão, formando um círculo de aproximadamente 2 metros de diâmetro. Para garantir o encaixe das fileiras superiores, os blocos de baixo são serrados para formar uma espécie de rampa ascendente e ligeiramente inclinada para dentro
3. O ACABAMENTO
Os blocos são empilhados em forma de espiral - cada um deles precisa ser apoiado no anterior para garantir a estabilidade. Nas últimas fileiras, pode ser necessário cortar blocos em tamanhos diferentes. Um buraco no topo serve de chaminé. Por fim, os vãos entre os blocos são preenchidos com neve fofa
NO INTERIOR
A iluminação é garantida por uma janela feita ou de um bloco de gelotransparente ou de pele de foca
Tamanho médio dos blocos: 120 cm (comprimento) x 60 cm (largura) x 20 cm (espessura)
O calor da fogueira derrete parte dos blocos, mas a água escorre e congela novamente, reforçando a vedação das paredes de gelo
Na entrada do iglu, é construído um pequeno túnel para impedir que o vento chegue ao interior
A mobília do iglu consiste geralmente de uma bancada para uma fogueira ou fogareiro e blocos de gelo forrados com peles de foca ou de baleia, que servirão de camas
O local preferido para a construção é a superficie congelada do mar ou de um lago, onde o gelo é menos espesso e, portanto, menos frio.


Parando de viajar na maionese (pq vc nao terá tempo para construir um iglu kkkkk), o jeito mais rápido é construir uma trincheira na neve:

Cave uma trincheira de neve funda o suficiente para fazer uma quebra de vento. Empilhe e junte neve adicional no lado que recebe mais vento para uma proteção extra. Consiga a quantidade de material leve necessária para cobrir a parte inferior para o isolamento (galhos de árvores são abundantes em muitas áreas de floresta). Quando estiver dentro, cubra-se com várias quantidades de galhos de árvores ou quaisquer outras folhas que você possa conseguir. A neve tem um melhor isolamento do que uma cabana comum, então o abrigo de emergência é capaz de manter uma pessoa aquecida durante uma noite.
Se tiver tempo, construa uma caverna de neve mais elaborada. Ela não só lhe dará mais proteção, mas construí-la irá manter você em movimento e permitir que seu coração trabalhe e ajude a lhe aquecer.

fonte:  https://sites.google.com/site/novarealidade2012/survivalismo-1/frio

Abrigo de fossa na neve.  


Lidando com a Hipotermia e Congelamento Corporal

As duas principais doenças do clima frio são o congelamento corporal e a hipotermia. No congelamento corporal, a pele chega abaixo do ponto de congelamento e cristais de gelo se formam dentro das células epiteliais, causando a morte delas. Se for possível aquecer a pele, ela irá formar uma bolha, mudar da cor azulada para preta e endurecer em uma concha. Essa concha eventualmente cai para expor a nova pele que está abaixo se o dano não for muito grave. Esse tipo de congelamento é muito doloroso, apesar de "superficial". O congelamento corporal grave penetra até chegar ao músculo e aos ossos e é caracterizado por formigamento das extremidades e pela mudança da cor e da textura da pele. Os estágios do congelamento corporal são:
  • pele vermelha no estágio inicial
  • pele branca no estágio intermediário
  • pele endurecida quando começa a ficar grave
  • bolhas no estágio grave
  • pele escurecida no estágio avançado
O congelamento corporal grave causa danos ao tecido e pode levar à amputação (em inglês) dos dedos das mãos e dos pés, assim como das mãos e dos pés. É vital aquecer a pele gradualmente quando afligido por congelamento corporal. Cubra as orelhas e coloque os dedos das mãos embaixo dos braços. Nunca esfregue a pele danificada ou a cubra com água quente, pois isso pode causar ainda mais danos. Água entre 37,7 e 41,1oC é ideal para ser utilizada como agente aquecedor. Se for possível, entre imediatamente em uma área mais aquecida. Remova qualquer roupa apertada que possa restringir o fluxo sangüíneo. Você pode colocar uma gaze ou um pano entre os dedos das mãos e dos pés para enxugar a umidade e prevenir que eles grudem. Elevar levemente a área afetada ajuda a evitar inchaços.


hipotermia acontece quando o corpo perde mais calor do que produz e a temperatura corporal cai. Alguns dos sintomas de hipotermia são:
  • fala indistinta
  • juntas rígidas
  • perda da coordenação
  • pulso lento
  • tremores incontroláveis
  • perda do controle da bexiga
  • rosto inchado
  • confusão mental
Muitas vezes, a situação de se estar molhado e, ao mesmo tempo, submeter-se ao frio pode levar à hipotermia, e o resultado disso pode ser tão grave quanto um coma ou a morte. Para combater a hipotermia, entre em um ambiente aquecido o mais rápido possível. Cubra-se com quaisquer itens que encontrar: cobertores, sacos de dormir, travesseiros ou até jornal. Muito do calor é perdido pela cabeça, então cubra-a imediatamente. Se estiver vestindo roupas molhadas, substitua-as por roupa seca. Se você não tiver nenhuma roupa seca, é melhor ficar nu do que vestir algo molhado.


Deve-se sempre lidar com vítimas de hipotermia de maneira cuidadosa, pois é fácil para elas terem uma parada cardíaca. Elas devem ser mantidas calmas e na posição horizontal. Se houver mais de uma pessoa na situação de frio extremo, elas devem entrar juntas em um saco de dormir ou simplesmente se abraçar firmemente para criar calor. Se for possível, o ideal é procurar orientação médica profissional o mais rápido possível.

Fonte: https://sites.google.com/site/novarealidade2012/survivalismo-1/frio

Água
O corpo humano consegue sobreviver por cerca de uma semana sem água, dependendo das condições [fonte: EPA]. É importante lembrar que a água é tão importante para a sobrevivência no clima gelado quanto no clima quente. Um mínimo de 2/4 de água é o necessário para sobreviver e em condições geladas, mas deve-se beber ainda mais [fonte: Wilderness Survival].
Comer neve pode parecer uma boa idéia, mas isso irá diminuir a temperatura corporal e pode até mesmo levar à desidratação . Derreta o gelo e a neve em um recipiente, se tiver um. Caso contrário, embale-o em um pano e sugue a água enquanto o gelo derrete. Também é importante purificar a água, fervendo-a por 10 minutos quando for possível.



Calor

Evite beber café ou álcool, pois eles podem oferecer aquecimento em um curto prazo, mas causam desidratação mais rapidamente.
na tentativa de sobrevivência no frio congelante quase todos sabem que usar roupas em camadas é importante para se manter aquecido. Veja a seguir outras dicas importantes.
  • Limpeza - mantenha limpas as camadas de roupa. Sujeira e suor podem danificar os espaços de ar, reduzindo o aquecimento das roupas.
  • Superaquecimento - o suor umidifica a pele e as roupas, o que leva a mais sensação de frio. Evite o superaquecimento ajustando as camadas de roupa.
  • Camadas folgadas - o fluxo sangüíneo é essencial para manter o aquecimento. Roupas justas podem restringir a circulação.
  • Enxuto: roupas molhadas são inimigas no frio. Evite tecidos de algodão absorventes e mantenha a área do pescoço livre para que a umidade escape.
A roupa de dormir nunca deve ser a roupa que se usou durante o dia, pois ela pode estar úmida. As peças de dormir devem ser algum tipo de roupa de baixo ou suéter térmico. Mas deve-se evitar vestir esses itens durante o dia para que se tenha algo quente e seco para dormir. E, mesmo que pareça ficar mais aquecido, não durma com a cabeça e o rosto dentro do saco de dormir. A respiração quente se torna umectante e acrescenta umidade.

E para terminar, a Fogueira


Depois que você tiver abrigo e água, faça uma fogueira.
 Cave um fosso perto da entrada do seu abrigo com um bom quebra-vento empilhado ao redor dele. A fogueira deve ficar no centro, com espaço para a lenha e um lugar para se sentar. 
Após cavar o fosso, comece a coletar combustível. Você precisará de materiais de fácil combustão para começar: gravetos pequenos e médios e galhos e toras maiores. Certifique-se de ter uma grande variedade de tamanhos. Para começar, se estiverem secos, você pode utilizar folhas, gravetos ou cascas de árvore. Se estiverem úmidos, descasque algumas árvores e use uma faca para conseguir raspas do tronco. Galhos secos podem ser encontrados debaixo de árvores espessas. Quanto à quantidade, uma boa orientação é coletar a quantidade de madeira necessária e dobrar essa quantidade.
Quando tiver cavado o fosso e coletado madeira suficiente, você estará pronto para construir uma fogueira.

Como eu to procurando a simplicidade, eu escolhi deixar o tutorial dessa fogueira aqui.

Fogueira em estilo de cabana de toras
  • Coloque dois galhos de tamanho médio paralelos um ao outro, com uma distância de cerca de 45 cm.
  • Empilhe mais dois galhos do mesmo tamanho no topo para formar um quadrado.
  • Continue fazendo isso até que você tenha uma "cabana de toras" com cerca de 30 cm de altura.
  • Coloque alguns galhos dentro da cabana na parte de baixo para fazer a base.
  • Coloque os materiais inflamáveis em cima da base e acenda.
  • Acrescente gravetos pequenos aos materiais inflamáveis até que o fogo esteja bem aceso.
A treliça da cabana ficará cada vez mais quente até queimar, deixando uma base quente de carvão na qual você acrescentará galhos e toras maiores. Quando a fogueira estiver queimando bem, construa outra treliça do lado de fora para secar toras molhadas.
Outras dicas de fogueiras
  • Acrescente hidratante labial, vaselina ou repelente de insetos (em inglês) para fazer os materiais inflamáveis queimarem mais e por mais tempo.
  • Você pode usar esterco animal para acender o fogo.
  • Coloque pedras grandes ao redor da fogueira para conter as chamas.
  • Empurre pedras quentes para dentro do abrigo para um aquecimento extra.
  • Use a fogueira como bloqueio da entrada, certificando-se de que a fumaça fique do lado de fora.
  • Mantenha a fogueira acesa.
  • Alimente a fogueira aos poucos.
Fonte: https://sites.google.com/site/novarealidade2012/survivalismo-1/frio

Ah, um detalhe que eu esqueci de acrescentar: nunca escolham cavernas para se abrigar.
Pode haver uma avalanche e você acabar preso lá dentro =D

Espero que vocês tenham gostado *-*
Afinal, como dizia naquele comercial: vai que...
kkkkkkkkkkkkk

Bye XoXo Bye

Nenhum comentário:

Postar um comentário