domingo, 31 de julho de 2011

Leituras Indicadas - Parte Two

Povo do meu coração,

A postagem de hoje, mais uma vez, tem duplo sentido kkkkkkkkkk
É que eu estou disposta a disponibilizar uma quantia para comprar apenas livros.
Mas está taaao dificil escolher algo q caiba em meu orçamento kkkkkkkkkkkk
Sério, se eu puder eu gasto todo o meu salario. E eu nao quero isso. Quero fazer uma compra com qualidade e DENTRO do orçamento rsrsrs.
Mas ai, como eu estava em duvida ainda (apesar de já achar q sei oq irei fazer por fim), vou postar mais livros, que devem ser muuitos bons *-*




Radiante - Alyson Noël

Riley Blomm, a irmã caçula de Ever, da série Os imortais, é a heroína da nova série de Alyson Noël. Em Radiante, após o acidente que a matou, Riley deixou sua irmã no mundo queconhecemos e atravessou a ponte da vida até Aqui, onde o tempo é sempre Agora. Riley reencontrou os pais, também vítimas do desastre, e Buttercup, o cão da família. Ela então foi chamada perante o Conselho e um segredo lhe foi revelado: a pós-vida não significa simplesmente uma eternidade de lazer. Riley tem tarefas a realizar. Ela é designada como Apanhadora de Almas, e Bodhi, um garoto diferente, que ela não consegue decifrar muito bem, é seu guia.

Riley, Bodhi e Buttercup voltam à Terra para sua primeira tarefa: fazer o Menino Radiante, que há anos assombra um castelo na Inglaterra, atravessar a ponte. Muitos Apanhadores de Almas já tentaram convencê-lo e não obtiveram sucesso. Mas isso foi antes que o menino conhecesse Riley...

"A maioria das pessoas acha que a morte é o fim.
O fim da vida - dos bons tempos -, o fim de... bem, praticamente tudo.
Mas essas pessoas estão enganadas.
Completamente enganadas.
Eu sei muito bem. Faz quase um ano que morri."

Editora: Intrínseca
Traduzido por: Flávio Souto Maior
Base de preço: 29,90


O herói perdido - Rick Riordan

Novos e conhecidos personagens do Acampamento Meio-Sangue dividem espaço nesse primeiro volume da série Os heróis do Olimpo. Rick Riordan volta ao universo de Percy Jackson e os Olimpianos com ainda mais aventuras, humor e mistério.


Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia.

Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes - semideuses dos quais todos já ouvimos falar... e muito.

Editora: Intrínseca
Traduzido por: Rodrigo Peixoto
Preço: 39,90


Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg
Em seu romance de estreia, Elizabeth Eulberg, musicista na adolescência e beatlemaníaca de carteirinha, cria o Lonely Hearts Club, que se transforma no refúgio ideal para garotas que só precisam de uma coisa para recompor seus corações partidos: a companhia das amigas.

Em Lonely Hearts Club, após mais uma decepção amorosa, Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo e ela não irá mais namorar enquanto estiver na escola. Ao ver que, definitivamente, não é a única a sofrer nas mãos dos garotos nem a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, Penny decide criar o Lonely Hearts Club, o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz.

O clube, é lógico, vira o centro das atenções na escola McKinley e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância. Jamais. Seja quem for. Mas será, realmente, que nenhum carinha vale a pena?

Editora: Intrínseca
Traduzido por: Marina Vargas
Preço: 24,90


Autor: Melissa Marr, Gabrielle Zevin, Scott Westerfeld, Justine Larbalestier e Laura Faria Stolarz

Depois do sucesso de Formaturas infernais, onde a mais importante noite do ensino médio ganhou matizes sobrenaturais, é a vez das doces torturas do amor terem sua justa homenagem. Pela ótica dos mais importantes autores juvenis da atualidade. Scott Westerfeld (Feios), Justine Larbalestier (Magia ou loucura), Gabrielle Zevin (Em Outro lugar), Laurie Faria Stolarz (Azul é para pesadelos) e Melissa Marr (Wicked Lovely) relatam romances nada convencionais, onde o sentimento pode parecer complicado, assustador e quase impossível. Mas sempre mágico. Literalmente.

Em Amores Infernais, ilusão, folclore e fantasmas — para lá de bem apessoados — permeiam histórias com um toque de terror. Esqueçam a paixonite pelo namorado da melhor amiga, a quedinha pelo professor mais gatinho ou o namoro que não deu certo. Os desafios amorosos ganham novas perspectivas se comparados às histórias desta coletânea dedicada ao mais nobre — e complicado — dos sentimentos.

Em Fan fic, Gabrielle Zevin conta a história de uma adolescente que se torna tão obcecada com uma história de amor que acredita ser a mocinha do livro. Já Melissa Marr recorre ao folclore irlandês para compor em Perdido de amor uma releitura do clássico conto de fada de uma jovem que precisa escapar do feitiço de um selkie, criatura meio homem meio foca. Dormindo com o espírito, de Laurie Faria Stolarz, traz uma menina que se apaixona pelo fantasma de um garoto assassinado, que a visita em sonhos.

Já Mais ralo que a água, de Justine Larbalestier exemplifica bem Amores Infernais. Jeannie, uma adolescente moderna, é obrigada pela família a morar numa vila de época, onde seu namorado é torturado. O rapaz faz parte do povo das fadas. No seco e inteligente Abominável mundo perfeito, Scott Westerfeld retrata uma sociedade futurista onde fome e doenças foram erradicadas. Os jovens precisam freqüentar uma classe chamada escassez, onde são ensinados como era o passado. Dois alunos se apaixonam ao apresentarem sintomas de aflições extintas, como angústia.

Editora: Record
Traduzido por: Celina Cavalcante Falck-Cook
Preço: 32,90

Anna e o Beijo Francês

Autora: Stephanie Perkins

“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também,
embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados
Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa,
que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a
Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão
a estes — em cada esquina... Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica
do mundo.”
Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor
norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem
um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer.Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece
Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada... Anna
e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris
terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?
Stephanie Perkins escreveu um romance de estreia divertido, com personagens espirituosos que garantem dedos
formigando e corações derretendo."

Editora: Novo Conceito
Preço: 24,90

Beijada por um Anjo
Autores: Elizabeth Chandler

"Sei que o perdi... Tristan está morto. Jamais poderá me abraçar novamente. O amor termina com a morte." Ivy Ivy e Tristan foram feitos um para o outro. Eles discordavam apenas em um ponto: Tristan nunca acreditou em anjos. Ivy, por sua vez, fez dos anjos seus protetores nos momentos mais difíceis. E quando Ivy sente ter encontrado o amor de sua vida, um acidente muda o rumo desta história, fazendo com que Ivy questione a existência de algo que era certo em sua vida, os anjos. Uma linda história de amor interrompida cedo demais..."

Editora: Novo Conceito
Preço: 29,90

Bye XoXo Bye 

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Grandes Nomes da Literatura Mundial

Stephanie Meyer 


Stephanie Sonnibe Meyer (Morgan, quando solteira), nasceu em Hartford, no dia 24 de de dezembro de 1973. Cresceu em Phoenix, com mais 5 irmãos. Cursou a faculdade de literatura inglesa. Em 1994, casou-se com Christian, apelidado de Pancho, com quem tem 3 filhos: Gabe, Seth e Eli. Tornou-se notável no meio literário após escrever a saga de Crepúsculo, história que gira em torno de uma garota que acaba de se mudar para morar com o pai e se apaixona por um vampiro. (Como se já não conhecêssemos muito bem a história...). Graças à repercussão da série Crepúsculo, Meyer foi classificada como 49º na lista da revista Time das "100 pessoas mais influentes em 2008". Em 2010, a Forbes classificou-a como a 59º celebridade mais poderosa, com salário anual de US$ 40 milhões. Stephe ( como sua familia chama), escreveu também um romance de ficção cientifica, A hospedeira, que também foi ssucesso em vários paises.


Stepanie afirma que a ideia de Crepusculo, surgiu em 2003, após um sonho: “Eu não escolhi os vampiros, eles me escolheram”


Além d´A hospedeira, Stephanie é co-autora de Formaturas Infernais.

   


XoXo, Evelyn Ute Emeritch

terça-feira, 26 de julho de 2011

Harry Potter e as Reliquias da Morte - Parte II



Hey meu povo,


Como prometido eu vou falar do filme.
Precisei de um bom tempo para conseguir isso, já que a sensação de vazio ainda estava me atormentando rsrs
Não consigo imaginar que o Harry acabou :'(
Meu Deus, isso é tãaaaaaaao triste.
Na hora que eles estavam na plataforma, no fim, eu já comecei a chorar.
E a partir daí, segui chorando até kkkkkkkk
Só dava eu chorando no cinema, isso era fato.
Porque, afinal, o povo tava tudo ali só porque nao tinha oq fazer kkkkk ai escolheram a melhor sessão.
Acho q a única fã dentro daquele cinema era eu kkkkkkkk
Ahh, eu nao ligo de ter chorado naao. Foi taaaao triste. Mas que foi estranho, ah foi!
Todooo mundo me encarando com uma cara q dizia: essa menina é louca?
#Mico

 

A saída borrada do cinema rsrs. O cel se adaptou aos meus olhos marejados e tirou foto como eu estava vendo as coisas rsrrs
Primeira: Meu primo e minha Irmã
Segunda: Meu padrasto
Terceira: Mamis (já no ônibus de volta pra casa)

Mas, quem é fã de Harry sabe oq é ser louca(o) \o/ kkkkkkk
Nossa caracteristica é ser feliz, fazendo aquilo q nos faz bem (mesmo q seja chorando kkkk) #loucura

Agora, falando do filme....
Meu Deus, nem sei oq dizer.
Não vou dizer q é bom porque eu estaria mentindo.
É OTIMO. MARAVILHOSO.
É o filme mais emocionante da série. Com certeza a Câmara Secreta fica em segundo depois desse, no quesito emoção.
O filme inteiro é ação.E isso te prende. Você não quer tirar os olhos da tela um minuto...



Confesso para vocês que eu, com certeza, tive uma visão diferente de todos os outros fãs.
E isso porque eu me neguei a ler o livro até ter visto o filme.
O fato é que, da primeira vez q eu conheci o Harry, eu vi o filme.
Eu estava na terceira série, e quando fazia frio, a gente podia levar videos para assistir.
Na época ainda era fita (antigaaa eu kkkkkkkkk)
Ai, uma colega de sala, chamada Larissa, levou o Harry.
Tinha acabado de lançar.
É inutil dizer que foi amor a primeira vista não é?
E a parte que mais me encantou (sabe, eu tenho isso kkkk eu me apaixono por algo, mas só me dou conta quando acontece algo, um fator em especial rsrsrs), foi a parte do xadrez.
Nossa! quando eu vi eles jogando xadrez de bruxo, no fim do filme, eu soube: esse filme ai é o melhor de tooodos que já vi na minha vida.
Cheguei em casa e fiz minha mae alugar. Nossa, eu nao era disso, mas quase esperneei para conseguir kkkkk
Ela alugou, nos vimos juntas, e claro, se apaixonou tbm.
E é exatamente por isso que me neguei a ler o sétimo até ter visto o filme.
E claro, nao queria adiantar tantooo a sensação de perda né? kkkkkkkkkkk


A partir daquele dia eu vi TODOS no cinema. Com excessao (oh tristeza :'( ) do meu preferido, O Prisioneiro de Azkaban . Porque na época eu estava morando numa cidade muuito pequena do interior, q nem tinha cinema. O cinema mais próximo era a uma hora de distância rsrs. Imagina como eu nao fiquei...
Para piorar minha situação, aquele ano eu fiz onze, e nao recebi minha carta de Hogwarts :( #desolação
Acho q ela se extraviou pq eu estava meio q incomunicável hehe
Vou mandar uma carta dizendo para que eles revejam isso. Um erro como esse seria imperdoável kkkkkkk


Mas, voltando ao filme kkkkkkk
Eu me surpreendi com tudo.
Agora é sério, quem nao viu nem sabe a história (oq eu acho pouco provavel só pelo fato de vc estar lendo esse post rsrs) pare por aqui. AVISO DE SPOILER ...

Então, eu gostei de tudo, menos do fim do Tio Voldie (sai correndo para nao levar um Avada Kedavra kkkkkk). Achei muuito... simples.
Tipo, quando se vê da primeira vez vc perde muitos detalhes, eu ja estava com vontade de chorar ali mesmo rsrs entao não posso dar muuita opiniao.
Mas achei meio fraco, sei lá kkkkkkkkkk
Mas minha opiniao nao conta, pois sou uma pessoa extravagante.
Quando eu vi o Edward brilhando na telinha eu me decepcionei kkkkkkkkkkk
Sério, pensei q seria aquele brilho estrondosoo... e me veio aquelas luzinhas pisca-pisca depois que o natal acabou kkkkkkkk entao, nao conta. Sou espalhafatosa kkkkkkk

 

O beijo do Rony e da Mione tbm foi meio decepcionante...
Sei lá, foi muito rápido, impulsivo... quase como se nao tivesse acontecido. Muito doido kkkk
Mas, ficou engraçado kkkkkkkkk eu rachei no cinema...

 

Mas oq me encantou. E me encantou DE VERDADE, foi a história do Snape e da Lilian...
Nossa, essa é a unica parte que eu me foquei em TODOS os detalhes. Nao perdi NADA...
Nossa, eu nao esperava por aquilo.
È uma história tãoo... mas tãao lindaa...
E triste...



Okay, me matem agora (agora sim eu levo um Avada Kedavra), mas eu acho q a Lilian tinha de ter casado com o Snape, e não com o Tiago (Agora sim, vou levar Petrificus Totalus, Avada Kedavra, Cruciatus, Estupefaça, e claro, muitas pedradas dos Trouxas kkkkkkk #saicorrendo).
Ahh gente, me desculpem, mas eu sou coração mole e gosto dos Frascos e Comprimidos kkkkkk
(brincadeiraaaa kkkkk Fracos E Oprimidos rsrs).


O Potter podia mesmoo amar a Lilian e tal... Mas, como o Snape? Talvez sim... mas...
Ah, olha, eu nunca fui fã do Potter kkkk depois q vi ele na Ordem da Fênix então gostei menos. E hoje, depois de saber de tudo, eu sou totalmente anti Potter :@
Ah, ele tinha as qualidades dele. Era corajoso, destemido, e claro, boa gente. Mas...

harrypotterbr | Os marotos! Sirius, Thiago, Remo(ao fundo) e Rabixo!

A causa do Snape era mais bonita *-*


Tá bom, vou confessar: me apaixonei pelo Snape :O
Nunca pensei q fosse dizer isso, mas aconteceu kkkkkkkkkkk Julguem-me quem tiver coragem :@

AHh, mas...
Sério gente, o fim, é o fim... Marcante!
Dia 18 de Julho de 2011 vai ficar para sempre na minha memória :D

Nossa, e a sensação conforme eu fui vendo o filme??
Nossa, cada cena me lembrava uma cena do passado.
Cada filme voltou em minha mente... cada momento marcante desde A Pedra Filosofal. Oh céus... tão tristeeeee... :S

Que tal marcar um momento marcante em cada filme?

A Pedra Filosofal


  Como eu já tinha citado, a parte do xadrez de bruxo. Essa cena me marcou muuuuito, muuito mesmooo *-*

A Câmara Secreta


  A cena da volta da Hermione, do Hagrid, enfim, o final. Nossa, não importa quantas vezes eu veja, eu ainda choro naquela parte kkkkkkkkkk

O Prisioneiro de Azkaban

 A cena em que o Snape se coloca na frente dos três, os protegendo.
Nao me julguem, na época eu o odiava e esse foi um gesto que realmente me marcou rsrs

O Cálice de Fogo


 A cena do baile, quando a Hermione desce a escada...
Vai, joguem a primeira pedra, quem, na época, nao sonhou fazer o mesmo hein???

A Ordem da Fênix


 A morte do Sirios. Nunca esperava por isso. NUNCA!

O Enigma do Principe

 A parte do Malfoy chorando no banheiro realmente me marcou. Nossa, eu fiquei tãoo... condoída com isso tbm

 E a parte do Dumbledore, o Harry dando o liquido para ele beber... aii q door... :S

As Reliquias da Morte parte I

 A morte do elfo doméstico mais fofo do mundo: o Dobby :'(

As Reliquias da Morte Parte II

 A história do Snape, claro *-*

Agora, chega de falar de Harry senão fico aqui pelo resto da vida rsrs
Bem que poderia passar meus próximos 10 anos falando dele *-*

Bye XoXo Bye

sábado, 23 de julho de 2011

Inspiração

Povo meu,

A Thay esses dias me deu uma idéia super interessante, que eu resolvi adaptar em uma postagem aqui rsrs.
Nao vou falar do Harry hj, pq estou supeer doente (sabem como é, esse frio e tal rs) e ai nao to raciocinando direito rsrs.
E para o Harry não posso fazer nada menos do que um post PERFEITO.
Mas vou fazer um que gasta poucas energias minhas.

E nesse post eu vou falar de todas as mulheres da ficção ou não, que me inspiram.
Sabem, aquelas pessoas que vc diz: qndo eu crescer eu quero ser ( hj em dia descobri q a frase qndo crescer está meia ultrapassada, e está mais para: eu quero ser! hoje rsrs... é, as coisas mudam kkkkkkk).
Então, vamos lá...

Meg Cabot



Tia Meg é minha inspiração de vida kkkkkkkkkkkkk
Quem me dera ser como ela. Ahh, como eu queriaaaa...

Blair Waldorf



Ahh, ela pode ser fria e calculista, mas é minha Idala kkkkkkkkkk
Adoooro ela. Adoro o poder dela. A força de vontade dela. Tudo.
Ela me inspiraa *-*

Gina Weasley



Nossa! A quem não goste dela. Na maioria, os fãs acreditam que ela nem é digna do Harry, mas eu penso ao contrário. Ela é muuuuuuito corajosa. E faz TUDO, mas tudoo mesmooo só por amor ao Harry...
Nossa, eu me identifico demais com ela *-*

Ariel ( A pequena sereia)



Exemplo mesmoooo de determinação.
Sério, a causa da  Ariel era uma causa perdida.
Mas isso nao a impediu. Foi louca, deu oq lhe era mais valioso, lutou com todas as suas forças...
E conseguiu o que queria. Um exemplo para mim :D

Suzannah Simon

(Lucy Halle - preferida para interprete rsrsrs)



Ah... A Suze... Falar oq???
Eu sou ela kkkkkkkkkk nada mais a declarar kkkkkkkkk
Ahh, há sim algo a declarar: ela é demaaais *-*

Isabel


Essa aí é a pessoa que eu admiro.
E que claro, é tão parecida comigo q poderia ser uma descrição minha rsrs

Essas são as que me lembro no momento *-*
Se eu lembrar de mais, posto :D

Bye XoXo Bye

P.S: Detalhe minimo agora: Notaram que os traços delas são parecidos entre si, e comigo tbm? :O

Pamela Alves

agora siim, XoXo

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Grandes nomes da literatura mundial

Hey gente,
Eu NAO morri rsrsrs
Estava num periodo de hibernação e desinclusão social rsrs
Mas eu NAO morri kkkkkkk
Precisava apenas de um tempo... Me... Reviver kkkkkkkk (Eu não tinha "não morrido"??? rsrsrs)
Brincadeira gente kkkkkkkk

Voltei, não digo q a toda, mas eu voltei \o/
E para começar, uma materia com dupla finalidade: Uma é mais uma coluna da Evelyn \o/ que eu adorooo, sobre os grandes nomes da nossa literatura. E segundo, uma homenagem a grande escritora, que deu origem ao nosso amado Harry Potter, que infelismente, acabou :'(
E eu VI o filme, e choreei demaais. Logo farei um post sobre, prometooo *-*
E farei tbm uma homenagem a todos os livros/filmes, desde o primeiro \o/

Agora, vamos saber um pouco mais sobre essa escritora maravilhosa, que marcou nossa geração, e que deu luz as nossas vidas...

Grandes Nomes – J. K. Rowling 





Claro, não poderia faltar a minha grande admiração. Essa mulher é demais! Escrever sete livros que foram traduzidos para mais de 60 linguas não é pra qualquer um.

Joanne Kathleen Rowling nasceu em Yate, no dia 31 de julho de 1965. A escritora britanica sempre gostou de ler contos como O vento nos salgueiros e O cavalinho branco e a apartir daí sua vontade de crescer só aumentou. J.K. costumava escrever em bares, com sua filha primogenita ao lado enfrentando dificuldades até conseguir reconhecimento, riqueza e fama.

Os pais (Anne e Peter) de J.K. se conheceram na estação de trem King´s Cross, mesmo nome que foi utilizada pela autora na série Harry Potter. Ambos serviam à Marinha e quando Anne ficou grávida de seu primeiro, conseguiu uma vaga de aprendiz em uma fábrica de carros que mais tarde ficaria conhecida por fabricar o Roll´s Royce. J.K. tem ainda mais uma irmã, Dianne. Em 1971, a pequena Joanne escreve seu primeiro livro: Rabbit, a história de um coelho chamado Rabbit, que pega sarampo e é visitado pela Miss Bee (Srta. Abelha), e foi nessa época que Joanne se matriculou em sua primeira escola, a St. Michael's Curch of England, perto de sua casa. Era um local agradável, uma escola à moda antiga da qual Joanne gostava muito. Os anos se passaram e Joanne estava decidida quanto ao seu curso na faculdade: queria fazer Inglês. Ela disse que estudou francês, o que foi um erro, ao ter subido à um desejo dos pais. Depois de uma viagem fracassada, voltando à Londres, o trem onde estava quebrou e J.K. utilizou deste tempo para dar inicio a uma das maiores sagas literárias. Contratada para dar aulas de inglês em Portugal, no Encounter English, Joanne partiu da Inglaterra para a cidade do Porto, onde foi instalada num apartamento junto com duas outras professoras: Jill Preweet e Aine Kiely, mulheres a quem foi dedicado o terceiro livro, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Aos sábados as três iam divertir-se na discoteca Swing.[16] Harry Potter não foi esquecido, e os rascunhos voaram junto com Joanne para o Porto. Mas aconteceu de Joanne se deparar com um estudante português num bar, que lhe interessou, assim como ela a ele.

Não demorou muito e os dois passaram a viver juntos, e Joanne ficou grávida, sofrendo um aborto espontâneo logo depois. Jorge pediu Joanne em casamento em agosto de 1992, mas o relacionamento tempestuoso, pontuado por brigas, fez com que o casamento perdesse o encanto, e Joanne ficou grávida novamente, enquanto Jorge mostrava-se cada vez mais ciumento e possessivo.[9]

O bebê nasceu em 27 de Julho de 1993, e Joanne diz que foi a melhor coisa que já lhe aconteceu, mas o casal ainda brigava muito, e o ápice se deu quando Jorge a arrastou para fora de casa. Joanne conseguiu resgatar o bebê e não demorou a ir embora, deixando Porto para trás. Joanne voltou ao Reino Unido. O pai casara-se novamente, mas seu destino foi o lar da recém-casada irmã, em Edimburgo. Não ficou muito tempo lá, já que não queria ser um peso para a irmã.

E a pobreza tomou conta dela, e junto com a falta de dinheiro veio a falta de esperança, e Joanne caiu nas garras da depressão.[9]

Ela e a filha mudaram-se para um pequeno prédio em Leith, um bairro da capital escocesa, onde vivia com a ajuda do governo, mas sentindo-se humilhada por estar neste estado. Conseguiu, através da lei, manter Jorge longe dela e da filha. Sean Harris ainda mantinha contato com Joanne, e lhe emprestou algum dinheiro.

Chega-se agora à parte mais conhecida de sua história: Joanne Rowling passeava com a filha no carrinho, e quando a menininha dormia, ela ia até o Nicolson's, um bar que pertencia ao cunhado de Joanne, ou ao bar The Elephant House Café. Lá ela pedia um café e escrevia as histórias de Harry Potter até que a filha acordasse. A história de que não tinha aquecimento em sua casa e ia aos bares se aquecer é absurda. Não tinha computador, apenas uma velha máquina de escrever, onde datilografava as anotações. Além do Nicolson's, Joanne gostava de freqüentar o The Elephant House Café também.

Entre fins de 1994 e meados de 1995, ela conseguiu um emprego como secretária, foi aceita no curso para conseguir o registro que a habilitava a dar aulas e divorciou-se. Joanne Rowling estava preparando-se para as outras boas notícias que viriam a seguir. Joanne tinha dois nomes de agentes literários. O primeiro devolveu os originais do livro muito rapidamente, e o segundo faria o mesmo se a mão de Briony Evens, funcionária de Christopher Little, não tivesse resgatado o manuscrito da caixa de devolução. Briony pediu autorização do chefe para tentar publicar o livro, e então escreveu a Joanne pedindo-lhe o restante do livro. Muitíssimo feliz, Joanne enviou-lhe o restante.

Depois de muitas recusas de outras várias editoras (o número é incerto, e já variou de 8 a 12 editoras), os originais foram parar na Editora Bloomsbury, nas mãos de Barry Cunningham, à época coordenador da recém-criada, e não tão prestigiada, divisão de livros infantis, que decidiu publicar o livro. Aparentemente, essa decisão também foi influenciada por Alice Newton, filha do diretor-executivo da Bloomsbury, que gostou do livro. Na divisão infantil trabalhavam Rosamund de la Hey e Sarah Odedina, que ajudaram Rowling e tornaram-se suas amigas. Barry não trabalha mais na Bloomsbury. Seu lugar foi ocupado por Emma Matthewson.

Christopher Little então pediu que Joanne assinasse com suas iniciais. Nesta ocasião, Joanne Rowling agregou, como nome do meio, o nome da avó, Kathleen, originando a famosa assinatura J.K.Rowling. Logo de início o livro esteve entre os mais vendidos. Com o dinheiro que ganhou pelos direitos no início, Joanne comprou um apartamento mais espaçoso num lugar mais seguro para ela e a filha viverem, no número 19 de Hazelbank Terrace, em Edimburgo. J.K.Rowling, quando mudou-se dessa casa, deu-a de presente a uma mãe solteira da vizinhança, de quem se tornara amiga.

No ano seguinte, num leilão dos direitos do livro, Arthur Levine, da editora Scholastic Inc., ganhou-os pelo valor de 105 mil dólares. Nos Estados Unidos o livro teve o nome mudado de Philosopher's Stone para Sorcerer's Stone, fato que Joanne diz que teria lutado contra se na época estivesse em uma melhor condição. Ainda assim, J.K. é extremamente grata a Arthur Levine.

O sucesso do primeiro livro abriu as portas para o segundo, e desde então os olhos voltavam-se sempre para o lançamento do livro seguinte.

A revelação do nome do sétimo livro, em 21 de Dezembro de 2006, foi o prenúncio de que a série chegava de fato ao fim. Em fevereiro de 2007 apareceram as notícias sobre a assinatura que J.K.Rowling havia deixado em um busto no Hotel Balmoral, em Edimburgo, anunciando que num quarto daquele hotel ela havia terminado o livro Harry Potter e as Relíquias da Morte. Durante um ano enquanto finalizava o livro, ela permitiu que a filmassem para um documentário, que foi ao ar pela primeira vez em 30 de Dezembro de 2007. Esse documentário, chamado Um ano na vida de J.K.Rowling, ou no original J K Rowling… A Year In The Life, mostra diversos aspectos até então desconhecidos da autora. É possível ter vislumbres de sua mansão na Escócia, e ver J.K.Rowling reduzida a lágrimas ao retornar para o apartamento no bairro de Leith onde finalizara o primeiro livro da série, que completou uma década desde sua publicação.

J.K.Rowling conheceu o médico anestesista Neil Michael Murray na casa de um amigo comum, e os dois apaixonaram-se. Ele era recém-separado e ela, apesar da filha, tivera muitos problemas em seu casamento. Mesmo assim, os dois se casaram no dia 26 de Dezembro de 2001. Pete e Dianne Rowling estavam lá.

O casamento aconteceu na luxuosa propriedade do século XIX, Killiechassie House, em Perth and Kinross, Escócia, comprada pela escritora em 2001. Rowling também comprou uma casa em Merchiston, Edimburgo, e uma casa em estilo georgiano em Londres.

Com Neil, Joanne teve dois filhos: David Gordon Rowling Murray, nascido em março de 2003 e Mackenzie Jean Rowling Murray, nascida em janeiro de 2005. Harry Potter e a Ordem da Fênix foi dedicado a Neil, Jessica e David, e Harry Potter e o Enigma do Príncipe, a Mackenzie.
J.K.Rowling também tem dois cachorros, um Jack Russell terrier e mais recentemente ela adotou uma cadela de um canil (o Greyhound Rescue Fife) para onde também doou cerca de mil libras. 

submarino livros harry potter 300x268 Submarino Livros Harry Potter

XOXO


quarta-feira, 13 de julho de 2011

letters to you - Medo

"Durante todo esse tempo, eu tive medo.
Durante um ano inteiro eu nao tinha porque ter medo, e mesmo assim, eu tive.
Acreditei que minha loucura passaria. Ah, como eu estava enganada...
Nunca fiz nada, por não acreditar. E ainda hoje eu nao acredito.
Mas é inutil fingir que nao sofro com isso.
Tentei enganar a todos. Tentei enganar a mim... Mas o fato verdadeiro é que eu sofro ainda.
Horas mais, horas menos. Mas eu nao deixo de sofrer com isso.
E isso me faz pensar: como seria se eu nao tivesse medo, e tivesse feito algo, quando ainda era tempo?
Eu devia mesmo ter feito algo?
Ainda acredito que sim. Porque é irreal o quanto isso ainda está presente em minha vida.
Mas o medo nao deixou. Nem fazer e nem sequer pensar na possibilidade de fazer...
Como eu poderia nao temer perder a coisa mais importante que me aconteceu até hoje?
Como nao temer ver todos os meus sonhos destroçados, jogados ao chão numa poça de lama?
Que eu senti medo é fato. Que eu ainda sinto, idem.
E oq eu tenho a perder agora? o mesmo que tinha a dois anos atrás: Nada. A não ser a ilusão que criei deste amor.
é fato que eu estou acomodada com a derrota por nao ter feito nada. É melhor se acreditar que nao lutou, do que ter a certeza que perdeu. Eu acho...
A culpa cai inteiramente sobre sua covardia, e nao sobre sua incompetência...
É... tipica história de cinema...
Passa-se anos, e em vez do amor morrer, ele cresce.
E a cada dia que passa, a cada dia que te amo mais, maior é meu medo de te perder também...
Prefiro então ficar aqui, fincada ao chão. Acredito que todo esforço é recompensado. Que todo amor tem uma chance...
MEUS esforços podem nao ser recompensados, ja que sao apenas lágrimas que rolam e quebram pedaços de minha alma a cada dia. (apenas lagrimas, mas que doem mais que ferida aberta porem). Mas e o meu amor? será que algo tão grande nao merece uma chance?
Eu nao me importo de esperar, quanto tempo for necessário.
Eu sei que vou estar aqui, caso um dia isso aconteça.
Tudo tem um porque na vida. E eu nao te amo menos, te amo mais, ou simplesmente te amo, por nada.
Medo? sim, eu tenho, demaais. Mais do que cabe num coração humano.
Dor? sim, eu sinto, todos os dias de minha vida...
Desesperança? talvez no Happy End... Mas nunca em meu amor. Nesse eu acredito com mais forças e mais vigor do que eu tenho certeza de temer perder você..."


Proposta - Imaginasamba
(Não sei mas o que fazer pra mostrar o amor
que sinto por você...)

O que será que eu tenho que fazer
Pra te mostrar que o meu amor é pra valer
Já fiz de tudo pra te conquistar
Mas ficou tão difícil deixa eu te falar

Fecha os olhos, abra o peito
E deixa o meu amor entrar
Que agora não tem jeito
Dizer que já não vai rolar

Me deixa te fazer feliz....
Não fala nada agora é o coração quem diz

Tô aqui para ser teu namorado
E não quero não como resposta
Vem sem medo e fica do meu lado
E aceita essa minha proposta
Não vamos deixar para outro dia
Esse amor já não é mais engano
Nossa história virou poesia
Em forma de canção para dizer TE AMO...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Música do Dia - Impossivel te esquecer


Impossível Te Esquecer
Gustavo Lins

As vezes eu me engano
Pensando que deixei de te amar
E chego a fazer planos de uma nova vida
Mas quando a gente se encontra
Meu sentimento apronta
Meu coração eu não sei controlar
Saudade do teu carinho
Ainda estou tão sozinho
Teu coração cigano
Até já tem alguém no meu lugar
E eu aqui chorando por você, ainda
Pra adormecer, te desejo
E nos meus sonhos te vejo voltar

Impossível te esquecer
Impossível me acostumar
Com outro alguém no meu lugar
Não vou desistir desse amor
Mesmo que ele faça chorar
Não terminou, vou te esperar

domingo, 10 de julho de 2011

letters to you - Saudades

O que vem a ser a saudade?
Teve uma época em que eu pensei que era a ausência de algo, ou alguém.
Hoje vejo que as coisas nao sao bem assim.
Por muitas vezes notei ter saudade de quem estava ao meu lado...
A saudade não é estar longe de alguem. Você pode estar a alguns passos dessa pessoa, e ainda assim estar com saudades.
A saudade é a privação de algo que você gostaria de gozar. Seja a presença de alguem, seja o convivio com essa pessoa...

Hoje porem, estou com a saudade conhecida.
Essa tão superficial abordada diariamente pelo ser humano.
E que se completa com a total privação do gozo da certeza de que a saciarei um dia.
Não digo que é dificil nao lhe ver. Depois de tanto tempo, ficou fácil.
Eu estava quase totalmente acostumada a isso. Quase como quando uma prótese se ajeita ao organismo.
Mas hoje, depois do que eu passei, cá está ela, lutando novamente, como se tivesse se desadaptado a mim.
Como isso pode ser possivel?
É como uma fera que foi acordada e está faminta.
Ela doi em mim como a barriga de um animal após a hibernação.
Ela quer ser saceada, a qualquer custo...

Eu sempre soube que seria dificil viver sem você...
Se estar perto ja era um tormento, longe entao...
Ahh, como é dificil viver sem ter tudo oq vc tinha a oferecer...

Os dias que você me fazia rir, mesmo sem saber. Mesmo eu tendo de esconder de todos...
Os dia que eu ficava tao irritada que tinha de sair andando para não explodir...
Os dias que eu te queria tanto, que chegava a doer...

Eu sinto saudades de tudo isso.
E na realidade, eu sinto saudades suas.
Mesmo nos seus piores dias, cabisbaixo... só sua presença ali ja era um conforto...
Nos dias que eu nao te via? ohh, tormento... Parecia que tinha perdido todo o dia.

Sigo o mesmo principio hoje. Cada dia que se passa, é um dia perdido.
Porque você não esta em nenhum deles...
Qndo você apareceu de novo, porem, eu me lembrei, oq é um dia com sentido.
O que é a motivação para respirar.
O porque eu acordo todos os dias...
E como é bom dormir de verdade. Uma verdadeira noite de sono... Tranquila...


Saudades suas...
Eu fico assim, na estrada, esperando o dia de vê-lo desapontar ao longe, mais uma vez...
Saudades, saudades, saudades...
Saudade de você!



Solitária É a Noite

Realmente pensei que eu,
Pudesse viver sem você
Realmente pensei que eu,
Pudesse fazer isso comigo

Mandei você embora,
Sim eu lhe disse que não precisava de você
Eu deixei você ir,
Eu deixei você ir,
Eu deixei você ir

Agora eu estou tão perdido,
Sem você
Agora você não está aqui
E agora eu sei

(Refrão )
Solitaria é a noite,
Quando não estou com você
Solitária é a noite,
Nenhuma luz brilhará de verdade

Até você estar em meus braços,
Até você estar você ao meu lado
Solitário eu sou

Nunca imaginei que eu,
Que eu precisasse de você
Nunca imaginei que eu,
Que eu sentiria sua falta

Tenho que conseguir que você volte
Eu só consegui encontrar uma maneira agora
De deixar você saber,
De deixar você saber,
De deixar você saber...

Que eu estou tão perdido, sem você
E que nesse mundo
Nada é perfeito

Solitaria é a noite,
Quando não estou com você
Solitária é a noite,
Nenhuma luz
Brilhará de verdade

Até você estar em meus braços,
Até você estar você ao meu lado
Solitário eu sou

Eu posso sobreviver
Ao meu dia
Eu posso fingir que está tudo o.k.

Apenas dou um sorriso e finjo
E digo a mim mesmo
Que esta tudo bem
Mas solitária é a noite!
Solitária é a noite...

...

Agora eu estou tão perdido,
Sem você
Agora você não está aqui
E agora eu sei

Solitaria é a noite,
Quando não estou com você
Solitária é a noite,
Nenhuma luz
Brilhará de verdade

Até você estar em meus braços,
Até você estar você ao meu lado
Solitária é a Noite!

Solitaria é a noite,
Quando não estou com você
Solitária é a noite,
Nenhuma luz
Brilhará de verdade

Até você estar em meus braços,
Até você estar você ao meu lado
Solitária é a Noite!

Solitaria é a noite,
Quando não estou com você
Solitária é a noite,
Nenhuma luz
Brilhará de verdade

Até você estar em meus braços,
Até você estar você ao meu lado



sábado, 9 de julho de 2011

Expectadora de ti

Destino cruel, que loucura és
Leva-me para ti, mas não posso te ter
Guia meus olhos para poder te ver
Mas como o marinheiro vendo do convés

O meu sentimento fervendo no peito
E os seus olhos voltados só para ela
Eu fico te vendo pela janela
Enquanto é ela que se deita em seu leito

E  fico eu aqui, expectadora de ti
Sabendo que é ela que teus lábios beija
Sou eu que te amo, mas você a deseja
E eu estou fadada a viver a sentir

quinta-feira, 7 de julho de 2011

letters to you - O amor nao tira férias... Ele so dorme...


Eu não sei oq dizer. Não há mais palavras.
E já cansei das palavras. Sao tudo oq eu ja fiz até agora. Escrever palavras.
E de q me adiantaram estas? Nada.
As letras são os átomos dos sentimentos. Uma a uma, juntinhas, formam, pouco a pouco oq sentimos.
Esperança. Amizade. Amor...
Palavras. Palavras. Palavras.
São tão belas. Tão verdadeiras. E tão inúteis.
Elas podem descrever oq eu sinto agora.
"È como se o mundo tivesse rodando ao contrário. Como se tudo estivesse errado. Como se este plano fosse mentira"
Ou oq eu estou pensando agora.
"Foi tão bom te rever, q mais nada importa. Só vc, e o mundo em q VC vive"
Mas não podem, nunca, me trazer oq eu quero.
Porque oq eu quero estava ali, diante de mim.
Exatamente como as palavras o descrevem.
Usando de uma frase já utilizada, por alguem que o descreveu, quando eu ainda nem pensava em te conhecer: "Foi como se os mais ousados sonhos de Isabel tivessem tomado corpo e forma. Corpo e forma de sonho. O sonho dos sonhos de Isabel."
Sim, este era você lá, fazendo jus a seu nome.
"Com o sorriso mais lindo que eu já conheci estampado nos lábios".
Quem dera eu ter podido ver seus olhos. Olhos q relutaram a encontrar os meus, marejados. Olhos q eu me lembro bem "são tão negros como o mar em uma noite sem estrela. Tão atraentes como o oceano tragando aos marinheiros desavisados".
Você é o sonho dos meus sonhos. O sonho de quando nao estou dormindo.
Você NÃO É a forma real da imagem perfeita q eu criei. É a forma unica que deu origem a minha imagem. Você nao se parece com ela. Ela é você.
Posso estar errada. Será que um caco de espelho caiu em meus olhos?
Pois estou em um conto de fadas. E enfeitiçada. Totalmente enfeitiçada por você.
Tudo, ao meu ver, em você é perfeito.
Cada memória q eu tenho sua (e olha, sao tantaas) só mostram oq eu gosto em ti.
Não consigo me aborrecer com nada seu. Nem com o fato de não me amar.
É incrivel como sua felicidade me faz bem. Mesmo quando eu estou morrendo com isso.
Lembro-me de quando vc estava feliz, e como eu queria fazer parte dessa felicidade.
Lembro-me de quando vc estava triste, com aqueles olhos pedindo abrigo, e eu ali, impossibilitada de fazer algo. Impossibilitada de te confortar. Te fazer sua alegria voltar. De ver seus olhos brilhando de novo...
Ahhh, como isso tudo é forte.
Como eu me sinto fria longe de você.
Q sensação estranha imaginar q oq me aquece só pode acender quando eu estiver em seus braços.
Como é ruim ouvir sua voz dizendo meu nome, em minha mente, como um sussurro. Um eco q se perdeu no tempo, e q sintoniza em minha mente...
Te ver ali foi para mim o fim. Ou talvez, o recomeço.
Eu poderia morrer de primeiro instante. Sim, eu REALMENTE queria morrer.
Mas logo depois, eu queria tanto estar perto de ti. Te observar de longe, como fiz durante tanto tempo...
Te seguir, nao importa aonde fosse, ou com quem estava...
Ciume.. oq é o ciume?
Aurélia perguntou a mesma coisa.
"- O que é o ciúme? disse de repente sem olhar o marido, e com um tom incisivo."
E achou por si própria uma resposta. Uma resposta errada, no entanto, q visava apenas satisfazer seu ego q se negava a acreditar q ainda amava o marido.
Por mim, eu sei q ainda o amo. E sei oq é ciume.
"É a raiva por alguém estar com algo, q é tao importante para você, que é quase seu."
Você é quase meu. QUASE.
Mas como diz a letra da música:

Como poderei te condenar??
Infinita é tua beleza
Como podes ficar preso
Como um santo no altar??



Certa vez eu vi uma frase. Uma frase muito importante para mim.
"Se você ama algo, deixe-o livre. Se for para ser seu, ele voltará"...
Que voe entao por onde tiver de ir. Q caminhe, caminhe...
Eu sinto q sua trilha deve chegar em mim uma hora.
O caminho do Sol é sempre o mais dificil. Ah tanta luz, q vc nao enxerga. Você nao consegue ver de primeira que é por ele que deve andar.
Mas se espera, de todos os seres humanos, q sigam seus instintos e tomem esse rumo...
Eu espero você, aqui do lado do Sol. 

Ah, tormento que eu não posso confessar... 
O que eu escrevo é a verdade, eu não minto,
eu declaro tudo aquilo que eu sinto,
 e é a outra que teus lábios vão beijar...