quinta-feira, 2 de junho de 2011

Percy Jackson e a Batalha do Labirinto

Povo do meu coração,

Eu terminei de ler A Batalha do Labirinto ontem.
Demorei para fazer a resenha porque, como vocês sabem pelo post anterior, eu estava um pouco ocupada ajeitando o site e cuidando de introdução da história do 4secret.
Mas estou aproveitando que estou no meu curso de Web Design agora, e estou publicando a resenha que fiz lá no meu trabalho.
Difícil não? Kkk
É, as coisas andam um pouco corridas rsrs
Quer dizer, não exatamente corridas, porque na verdade eu até posso dizer que tenho um tempinho bom sobrando rsrs
Mas quem quer fazer qualquer coisa nesse frio que não seja ficar debaixo das cobertas, vendo tv?
Até ler está difícil, já que só em pensar em deixar as mãos expostas enquanto segura ele dá frio kkkkkkkkkk
Mas, deixa de papo furado, e vamos a resenha do que importa. O Percy *-*

Sinopse:
O Monte Olimpo está em perigo. Cronos, o perverso titã que foi destronado e feito em pedaços pelos doze deuses olimpianos, prepara um retorno triunfal. O primeiro passo de suas tropas será atacar e destruir o campo de treinamento dos heróis, filhos de deuses com mortais, que desde a Grécia Antiga combatem na linha de frente em defesa dos olimpianos. Para assegurar que esse refúgio de semideuses - o Acampamento Meio-Sangue - não seja invadido, Percy Jackson e um jovem ciclope, ambos filhos de Poseidon, Annabeth Chase, filha de Atena, e Grover, um sátiro, são destacados para uma importante missão - deter as forças de Cronos antes que se aproximem do acampamento. Para isso, será preciso sobreviver ao emaranhado de corredores do temido Labirinto de Dédalo - um interminável universo subterrâneo que, a cada curva, revela as mais aterrorizantes surpresas.

batalha+do+labirinto,+a+-+vol.+4

Bem, o que mais eu poderia dizer?
É perfeito.
Mais uma vez o Rick conseguiu trazer uma mágica ao livro em que você custa a achar em outros.
Sem contar que agora, para quem prefere o romance em vez da aventura, a história se voltou bem mais para esse lado.
O Percy está com quatorze anos, e completa quinze no final do livro.
E o mais legal: o pai dele foi visitá-lo *-*
E claro, eu rachei de rir com a cena kkkkkkkkkk

Acontecem muuuitas coisas nessa missão deles.
Desta vez, eles entraram no Labirinto de Minos. Vocês se lembram ou conhecem essa história?
Por sorte, eu conheço todas as mitologias, então não fico perdida quando leio os livros kkkkkkk
Mas para quem não sabe NADAAAA, ou se esqueceu do que se trata, entrem aqui para entender *-*

Os fatos principais desse livro são:
O Grover está atrás do Pã, e esta é a ultima chance dele de o encontrar.
A Anabeth tem finalmente a chance de liderar uma missão.
E o Percy? Bem, o Percy mais uma vez é o herói kkkkkkkkkkk

Acontecem muitas coisas com ele nesse.
Uma delas é parar em Ogigia, Ilha de Calypso.
Quem assistiu Piratas do Caribe já teve uma pequena dose de Calypso kkkkkk
Claro que a história de Piratas do Caribe se aproveita do mito, mas não em sua verdadeira forma.
A deusa Calypso foi descrita lá, mas a história é totalmente fictícia.

Já na história do Rick, a história tem 80% de verdade com o mito.
Claro que ele floriu beeem tudo kkk
Chegou a ficar dramático.
Eu fiquei tão triste nessa parte :(
Sério, vcs tem de ler para descobrir porque....

Ah, uma coisa que eu achei muuuuito legal, foi a participação maior da Rachel na história. *-*
Eu gostei dela desde a primeira vez que ela apareceu kkkkk como eu disse no meu post anterior do Percy, ela é muito Suze kkkkk
Adoreeei ela.
Pena que, como em todas as histórias, não vai ser que ela que vai ter o final feliz, já que não é a principal kkkkkk
Quer dizer, eu não sei, é tudo suposição, não me levem a mau kkkkkkk
Pode ser que eu me surpreenda né?
(COF COF duvido muito COF COF) kkkkkkkkk

È muito engraçado a Anabeth com ciúmes da Rachel. Isso porque o tempo que eles passaram juntos foi mais lutando contra monstros do que qualquer outra coisa kkkk
Imagine se fosse uma missão meia Harry Potter part. I, só os três e o mundo grande e solitário? Kkkkkk Ela teria um troço. Ou mataria o Percy. rsrs

A melhor parte da Anabeth nesse livro é a hora que eles vão passar pela esfinge. Vocês conhcem o conto da esfinge né?
Qualquer um que tenha assistido aquele programa da cultura “RA-TIM-BUM” (não o castelo, só RA-TIM-BUM mesmo) conhece. É aquele monstro mitológico que só deixa a pessoa passar depois de responder um enigma.
(era meu quadro favorito do programa kkkkkk o segundo era: “senta que lá vem história”. Eu sempre me sentava, seja onde quer que eu estivesse kkkkkkk ¬¬’).
A esfinge começou a fazer um monte de perguntas para Anabeth. Fatos aleatórios sabem, sem sentido? (confesso que como a Anabeth acheio-os totalmente inúteis kkk qualquer um com um pingo de memória e leitura acertaria rsrs)
Claro, a Anabeth ficou louca, gritando com a esfinge que o enigma devia fazer pensar, não ser aquelas perguntas idiotas.
Reclamou tanto que conseguiu causar uma briga.
E o Percy teve de a salvar ¬¬’
E claro, eu ri pra caramba kkkkkkkkkkk

È muito boa a história. Porém, confesso que a Maldição do Titã ainda é meu favorito.
Vamos agora ler o ultimo ( Oh tristeza :( Buááá ). E ver como tudo termina, já que finalmente o herói da profecia vai ser revelado.
E as coisas vão finalmente se resolver...

Bye XoXo Bye

Nenhum comentário:

Postar um comentário