quarta-feira, 29 de junho de 2011

I am number 4

Povo meu,

Em primeiro lugar queria agradecer a todos que dão uma passadinha por aqui.
Tornou-se comum eu encontrar 4, 5 pessoas online, oq me deixa muito feliz *-*
Sintam-se a vontade para comentar, mandar sugestões, reclamar rsrsrs
Meu post, tu post rsrsrs

Agora, indo a postagem,
eu vou falar do filme "eu sou o numero quatro", que eu vi ontem.
E obviamente, me APAIXONEI.


Sinopse
Nove alienígenas fugiram do planeta Lorien, onde eram conhecidos por números, para se esconder na Terra. O objetivo era se esconder dos Mogadorians, inimigos que precisam eliminar todos eles - e na ordem certa - para que poderes especiais não possam ser usados contra eles no futuro. A caçada já começou e os números Um, Dois e Três já foram assassinados. O número Quatro vive disfarçado entre os humanos, como John Smith (Alex Pettyfer), ajudado por seu protetor Henri (Timothy Olyphant) na tranquila cidade de Paradise, em Ohio. Enquanto descobre seus novos poderes, Smith conhece a estudante Sarah Hart (Dianna Agron) e se apaixona por ela, colocando em risco a vida de ambos e o futuro de sua raça, porque o inimigo já o localizou. A sua sorte é que a número Seis (Teresa Palmer) também o encontrou e ela pode ajudar na batalha.

Ameeeei a história.
Terminei querendo maaais *-*

A atuação do Alex está simplesmente perfeita.
Ele está fazendo bem o papel de alienígena passado e revoltado com a vida kkkkkk

Sem contar que a história é açao do inicio ao fim.
Nao tem um minuto tranquilo.
É muuuito show.

Os personagens são encantadores.
E para a surpresa da criança desatualizada aqui rsrs, me deparei logo de cara com Jake Abel.
Sim, ele mesmo, o nosso Luke de O ladrão de Raios


Imagine a minha surpresa nao???
E mais uma vez, ele estava fazendo papel de "mau" ¬¬'
Mas a atuação tbm, fenomenal. 

A Sarah, a mocinha, é a Quinn de Glee.


Achei ela meio passada rsrsrs
Sei lá, ela faz o estereótipo perfeito da donzela em perigo, pronta para receber informação, ser usada de isca e salva pelo herói ¬¬'
Nao, tudo bem, eu nao sou contra contos de fadas...
Mas ninguem merece uma princesa na vida real né??
Porém, gostei do gosto dela por tirar fotos. Ela lembra bem eu nesse ponto kkk Nao gosto de tirar foto de mim, mas adoro tirar de tudo e todos.
E claro, AO NATURAL, como eu gosto de chamar rrsrs nada de pose.

Ao contrário dela, é a Numero Seis, interpretada pela Teresa Palmer


Aquela ali é A personagem kkkkkkkkkkkkk
Logo na primeira cena dela, ela já explode TUDO kkkkkkk


Oq veio por ai já de se esperar né? kkkkkkkkkkk
Ela é a maior matadora de Mogadorians que existe.
E o oposto do estereótipo da Sarah rsrrs
Ao contrário de ser salva, é ela que salva kkkkkk



Mas, o meu personagem preferidooo, preferido de todos, é o Sam *-*
(Nao me perguntem o pq da queda q eu tenho por gostar de personagens com esse nome kkkkkk)
Ele é interpretado pelo Callan McAuliffe


Gostei do Sam kkkkkkk o Nerd q se torna héroi *-*
Okay, okay. Clichê eu sei, mas... fala isso para a minha mente kkkkkk


O filme é perfeiiito.
Ameeei.
Estou na torcida agora para um próximo :D

Bye XoXo Bye

terça-feira, 28 de junho de 2011

Lo "Percy Jackson"

Tenho nada para postar, to com preguiça,
Então vou postar algo q muito me interessa kkkkkkkkkkk
O Lo claro *-* Mau posso esperar para ver ele em "Os três mosqueteiros" :D





Bye XoXo bye

Noticia

Olhem essa matéria que legaaaal *-*

Como os sentimentos provocam (ou aliviam) a dor física
Ana Carolina Prado 27 de junho de 2011




É normal ouvir (e dizer) que pé na bunda dói. Normalmente, encaramos essa dor no
sentido figurado.
 Mas estudos recentes têm mostrado que a conexão entre a dor física e emocional é 
maior do que os cientistas imaginavam.


Uma pesquisa da Universidade de Michigan encontrou evidências de que o sofrimento 
emocional, se for intenso o bastante, pode ativar as mesmas áreas do cérebro relacionadas 
à dor física. Os pesquisadores descobriram que pensar em uma pessoa que terminou um
 namoro com você recentemente pode provocar um tipo de dor muito semelhante 
(pelo menos em relação à atividade cerebral) à que você sente quando derrubam café 
quente em seu braço.


Para o estudo, foram recrutados 40 voluntários que haviam passado por um fim inesperado
 (e não desejado) de um relacionamento amoroso nos últimos seis meses e que disseram se 
sentir rejeitados por causa disso. A atividade cerebral dos participantes foi monitorada 
enquanto eles realizavam algumas tarefas.


Em uma delas, tiveram de olhar para fotos de seus ex-namorados e meditar sobre uma 
experiência de rejeição específica envolvendo essa pessoa. (Experiência meio sádica, né?).
 Depois foi monitorada a sua reação à dor física: eles sofreram uma estimulação térmica 
intensa no braço. 
As respostas cerebrais foram bem semelhantes.





Foi a primeira vez que essa relação ficou clara. Outros pesquisadores já haviam
 tentado provar que um coração partido dói, mas ainda não haviam conseguido.
 Essa equipe descobriu que, quando a dor emocional é forte o bastante, isso pode 
acontecer, sim. Para o coordenador da pesquisa Ethan Kross e seus colegas, a 
rejeição simulada em experimentos anteriores não tinha sido forte o suficiente para 
provocar uma dor emocional verdadeira nos voluntários – por isso é que os estudos
 tiveram resultados diferentes. O que eles ainda não sabem é se a dor física provocada 
pela rejeição atinge uma parte específica do corpo ou é difusa.


Amor também pode ajudar a suportar a dor


E o contrário, funciona? Pensar na pessoa que você ama – e que ainda não lhe deu um
 pé no traseiro – pode reduzir a dor física? Um estudo de 2009 da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) mostrou que sim. Foram feitos testes em que 25 mulheres com um namoro 
estável e feliz há mais de seis meses receberam estímulos de calor moderadamente 
dolorosos em seus antebraços enquanto passavam por uma série de condições diferentes.
 Em uma das situações, cada mulher segurou a mão de seu namorado, a mão de um
 estranho do sexo masculino e uma bolinha para apertar. Os pesquisadores descobriram que, 
quando as mulheres seguravam a mão de seus namorados, sentiam menos dor física do que as outras voluntárias.


Repetiram a experiência com fotos: as voluntárias recebiam os estímulos no braço enquanto 
olhavam fotografias de seu namorado, de um estranho e de uma cadeira. O resultado
 mostrou que a mera lembrança do parceiro trazida pela fotografia foi capaz de reduzir a dor

Bye XoXo Bye

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O Ultimo Olimpiano

Povoo  meu,

Eu conseguiii.... e Confesso que agora estou triste kkkkkkkk
Acabei a saga do Percy \o
Sério, depois de tanto tempo lendo (tá, foram oq? dois ou três meses? rrsrsrs), eu senti uma imensa dor no peito ao acabar finalmente com a história.
Mas valeu cada página lida *-*

Sei que é errado fazer comparações. Longe de mim isso.
Mas sério, a cada vez que pego um livro do Percy Jackson na mão, e leio, eu sinto a mesma sensação de quando estou com um livro da Meg Cabot. Se for para comparar, Rick Riordan é a Meg Cabot na versão masculina.
Eu daria qualquer coisa só para ver uma história escrita pelos dois. Vocês já imaginaram isso???


              + 

        = 









Seria o livro PERFEITO *-*

Mas vamos guardar um pouco a minha imaginação rsrrs
Vamos falar do que eu achei do livro, que é, afinal, o motivo da resenha.

Sinopse:
Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.

O Último Olimpiano

 Esse livro é emoção do inicio ao fim. Começa louco e termina mais louco ainda.
O Percy nao tem um minuto sequer de paz...
Coitado do Cabeça de Alga rsrsrs A situação está tensaaaaaa.

Uma batalha de proporções descomunais está ocorrendo. E o pior, no meio de Nova York.
Vocês tem noção disso???

Confesso que ele nao sofreu muito. Devido a uma escolha que ele fez.
Nao sofreu muito fisicamente porém.
Porque psicologicamente, esse foi o que mais exigiu dele.

Ele teve de lutar com o medo de fazer a escolha errada. A escolha tão dita na profecia.
Teve de lutar com a tentação que um dos titãs lhe impôs: a caixa de pandora. Sim, ele teve de se manter firme com ela em mãos.
Teve de lutar com a duvida sobre valer ou nao a pena salvar os deuses.
A duvida que estava corrompendo ele, entre Annabeth e Rachel (nao q ele estive mesmo em dúvida rsrssr)
Escolher ou nao a imortalidade...

Foram essas e mais outras diversas escolhas que o dominaram durante todaa a história.
E mais. Ele teve de aguentar firme, Annabeth e Luke. Porque a Annabeth nunca conseguiu se livrar totalmente do Luck não é?
Ele estava dentro dela rsrsrsrs Sendo ele bom, mau, vivo ou morto ( como nao se sabia se ele estava com Cronos o "dominando" ).
Bem, nesse sentido, a parte final da história é encorajadora. Nao posso contar, porque eu quero evitar spoilers. Mas a Annabeth mostrou que algumas vezes... bem, sofremos por nada...

a história da Rachel se desenrolou de uma maneira totalmente surpreendente para mim.
Eu nuuuunca ia imaginar que ia acontecer oq aconteceu. NUNCA.
Mas, eu meio q gostei. Meia nao, eu ameeei.
Sabia que poderia me inspirar nela (sim, eu tenho muuito da Annabeth, mas a Rachel é minha inspiração kkkk até porque a gente nao se inspira na gente mesmo não é? rsrsrsrs e a Annabeth é beem parecida comigo). A Rachel é totalmente Suze. E isso chamou minha atenção para ela desde a primeira aparição.
E, levando em conta o fato dela ser uma personagem secundária, achei q ela teve um belo dum fim.

De resto, bem, fim de livro...
Nao posso falar kkkkkkk
Basta dizer que é totalmente surpreendente. 

Agora, uma coisa eu digo: minha opiniao nao mudou. A maldição do titã é siim, o melhor da série.
Não há duvida nenhuma quanto a isso *-*

E para fechar, q tal uma foto do nosso Percy, o Lo *-* para matar a saudade hãm?



Bye XoXo Bye

Tumblr

Nossa,
A Thay postou uma coisa muuuuito legal no Tumblr dela. E eu resolvi por aqui, que é meu MSN, Twitter, facebook, orkut, tumblr, diário.... enfim, que é minha vida rsrrs

Ela realmente queria acreditar no amor, mas se recusava a passar por mais um sofrimento.Forças foram enviadas por Deus à garota do sorriso partido, até que ela percebeu que precisava confiar em si mesma e confiar acima de tudo em sua felicidade. Deus a amava, não queria de forma alguma vê-la infeliz. Por isso, colocou em seu caminho, anjos em forma humana para lhe lembrar que ela jamais estará sozinha e que Ele está preparando algo maravilhoso para a vida dela. Enquanto isso, quer vê-la aproveitando o agora, sem chorar…Ela é forte, a cada dor fica mais poderosa e no fim…tudo passa… tudo ficará bem. Não chore garota, ânimo, a vida continua… aproveite-a!! 
Thay (Japan’s Butterfly)

Ela realmente queria acreditar no amor, mas se recusava a passar por mais um sofrimento.Forças foram enviadas por Deus à garota do sorriso partido, até que ela percebeu que precisava confiar em si mesma e confiar acima de tudo em sua felicidade. Deus a amava, não queria de forma alguma vê-la infeliz. Por isso, colocou em seu caminho, anjos em forma humana para lhe lembrar que ela jamais estará sozinha e que Ele está preparando algo maravilhoso para a vida dela. Enquanto isso, quer vê-la aproveitando o agora, sem chorar…Ela é forte, a cada dor fica mais poderosa e no fim…tudo passa… tudo ficará bem. Não chore garota, ânimo, a vida continua… aproveite-a!! 

Concordo plenamente com a Thay *-*-*

Bye XoXo Bye

domingo, 26 de junho de 2011

Torcida

Nossa gente,
Me deu uma dó quando eu vi essa matéria :S
Esse é um dos poucos momentos em que eu acredito que a civilização é uma coisa boa. Se fosse a uma época antiga, possivelmente ele nao teria como ser curado.
Vamos agora ficar na torcida pelo pinguinzinho *-*

25 de junho de 2011

Pinguim 'extraviado' da Antártida é operado na Nova Zelândia

Happy Feet passou por limpeza de estômago porque estava ingerindo areia, achando que era neve.


Um jovem pinguim imperador que se perdeu na Antártida e foi encontrado na Nova Zelândia foi submetido a duas operações para tentar salvar sua vida.

Happy Feet, que nadou cerca de 3 mil quilômetros entre o pólo sul e a Nova Zelândia, teve o estômago operado para remover areia, que ele vinha ingerindo achando que era neve.

Pinguins ingerem neve para se hidratar e manter a temperatura do corpo. A areia ingerida por Happy Feet está lhe causando bloqueios no corpo, segundo os veterinários.

Os especialistas relutavam em submeter o animal a uma operação, porque Happy Feet, que tem cerca de dez meses de idade, parecia gozar de boa saúde quando foi encontrado, na última segunda-feira, na praia de Peka-Peka, a 60 km de Wellington.

Mas sua condição foi piorando e os veterinários decidiram trasladá-lo para o zoológico de Wellington para as operações.

Além das duas cirurgias deste domingo, o animal deve ser submetido a uma terceira na segunda-feira. Ele está recebendo hidratação intravenosa através de um tubo.

"Há gente do mundo inteiro de olho nesse caso e eles precisam saber que estamos fazendo o nosso maior esforço", disse uma veterinária do zoológico, Lisa Argilla.

O empresário Gareth Morgan, que viajará para a Antártida em fevereiro, se ofereceu para levar Happy Feet consigo.

"Até lá ele terá de receber os cuidados aqui em Wellington, onde temos a felicidade de contar com uma grande comunidade de especialistas em vida animal", disse o empresário, em seu site.

Morgan disse estar confiante em que "o nosso amigo extraviado seja acolhido devidamente até a hora de zarpar."

Novidade
Foi a primeira vez em 40 anos que um animal da espécie foi visto na Nova Zelândia.

Segundo o jornal New Zealand Herald, o último registro de um pinguim imperador no país foi na praia de Oreti, na ilha Sul, em 1967.

"É incrível ver um destes pinguins na costa de Kapiti. Animais incomuns da Antártida visitam nossas praias às vezes, mas não sabemos bem o porquê", disse o porta-voz de biodiversidade do Departamento de Conservação neozelandês, Peter Simpson, ao jornal.

Os pinguins-imperadores pertencem à maior de todas as espécies de pinguins e podem chegar a mais de um metro de altura quando adultos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Bye XoXo Bye

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Soneto do Beijo - Álvares de Azevedo

Eu estava exatamente atrás de um poema dele, e quando abro o blog dos poetas, eis este lá, em primeiro lugar.
Coincidência? Duvido.
O que importa é que Alvares de Azevedo sempre me aparece quando mais preciso dele *-*

Soneto do Beijo
Álvares de Azevedo

Um beijo ainda! os lábios teus, donzela,
Nos meus se pousem – junto de teu seio
Que treme-te e palpita em doce enleio
Beba eu o amor que teu olhar revela.

Vem ainda uma vez! és pura e bela,
Arfa-te o seio, amor, n’olhos te leio…
Que importa o mais? vem, anjo, sem receio!
Um beijo em tua face! ind’outro nela!

Aperta-me ao teu colo – assim – um beijo
Desses em que ao céu um’alma se transporta!…
- E o mundo?… – Um louco. – E o crime? – Só te vejo.

- Mas quando a vida em nós gelou-se morta
- E o inferno? – Contigo eu o desejo.
- E Deus? – Meu Deus és tu. – E o céu? – Que importa!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Poesia

               ?????


Será que deixei de te amar?
Será que de vez me libertei?
Será que tudo passou?
Ai meu Deus, eu já nem sei.

Pensei que nada mudaria meu amor
Pensei que seria para sempre sua
Pensei que estaria sempre esperando
O dia de te ver chegar em minha rua

E hoje já nao sinto nada
E hoje deixei de sentir
E hoje eu estou vazia
Ou será meu coração à mentir?

Nao sei mais explicar o que sinto
Nao sei mais se existe sentimento
Não sei se te tirei do coração
Ou se foi só do pensamento

Será que um dia realmente senti?
Será que por nao amar achei que amei?
Será que tudo nao foi ilusão?
Ai meu Deus, eu já nem sei.

Pensei que tu fostes Fernando
E hoje coloco-te em teu lugar
A que era a esperta, a sabe tudo
Descobriu que também pode se enganar

Mas se não te amei (se nao te amo)
Porque é que ainda sinto?
Posso nao ver meu coração palpitar
Mas dizer que esqueci? Ai eu minto.

Quantas vezes desejei nao te amar
Quantas vezes quis matar esse amor
E hoje, com o coração talvez liberto
Ainda o sinto se encher de dor

Mas o amor não morreu
O que morreu foi a paixão
Quebrei de vez o sentimento insano
E o elevei de vez a minha razão


O que era antes puro encanto
Posso dizer que hoje é de verdade
O que antes eu poetizava
Hoje se mostra para mim realidade

Meus olhos se abriram
E posso te dizer o que vi?
Você exatamente como era
E sem camuflar, sem mentir

Nao digo que acabou. Ainda espero.
Mas agora posso esperar em paz
O dia te ver novamente
Ou de nao te ver nunca mais

E olha só que loucura
Como você é na verdade minha sina
Te amando ou nao te amando
Você ainda é minha poesia



segunda-feira, 13 de junho de 2011

Fernando Pessoa - Niver

Hello meu povo,

Não sei se vcs sabem (e o google nao deixa esquecer rsrsrs caso isso fosse possivel claro) que hoje é dia do niver de Fernando Pessoa. 13 de junho, um mês exatamente depois de mim *-*
E quem me conhece sabe o quão fã dele eu sou.
Então, para comemorar o niver, vou fazer um post especial com todos os meus poemas favoritos.

O Amor Quando se Revela
O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar…


Todas as Cartas de Amor são Ridículas

Todas as cartas de amor são 
Ridículas. 
Não seriam cartas de amor se não fossem 
Ridículas. 
Também escrevi em meu tempo cartas de amor, 
Como as outras, 
Ridículas. 

As cartas de amor, se há amor, 
Têm de ser 
Ridículas. 

Mas, afinal, 
Só as criaturas que nunca escreveram 
Cartas de amor 
É que são 
Ridículas. 

Quem me dera no tempo em que escrevia 
Sem dar por isso 
Cartas de amor 
Ridículas. 

A verdade é que hoje 
As minhas memórias 
Dessas cartas de amor 
É que são 
Ridículas. 

(Todas as palavras esdrúxulas, 
Como os sentimentos esdrúxulos, 
São naturalmente 
Ridículas.)


Sossega, coração! Não desesperes!

Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.
Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperença a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solente pausa
Antes que tudo em tudo se transforme.



"Eros e Psique"
Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino -
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

Fernando Pessoa é um otimo poeta, em qualquer uma de suas faces.
Seja como Alváro de campos (meu preferido), Alberto Caeiro, Ricardo Reis ou ele mesmo.

E por essas e outras que eu fiz até um bolinho hoje em comemoração (de banana huuum...)
Mas infelizmente, bolo de aniversário é como água no deserto: não dura.
Entao, na próxima posto uma foto :D
kkkkkkkkk


Bye XoXo Bye

sábado, 11 de junho de 2011

Dias dos Namorados - Mulheres Guerreiras

Povo meu,
Hoje é dia 12 de junho.
Nao vou explicar o dia, pq acho besteira, já q todos sabem né?
kkkkkkkkk
Mas eu vou fazer uma postagem especial para dar forças para muitas pessoas que vão passar o dia só.
Algumas levam na boa, outras se deprimem e se afogam no chocolate e outras caem no chororo kkkkkkkk
Mas uma coisa é certa: para todas, a força é o mais necessário hoje.

E de que maneira melhor de dar forças do q exemplificando?
Mulheres de força q fizeram suas vidas e mudaram o mundo (só de tomar as rédeas da própria vida, já se muda o mundo...o SEU mundo :D)

Nellie Bly

"Elizabeth Jane Cochran, mais conhecida pelo pseudônimo Nellie Bly (Cochran's Mills,Pensilvânia, 5 de maio de 1864 — Nova York,Nova York, 27 de Janeiro de 1922), foi uma jornalista americana, pioneira das reportagens investigativas.
Sua carreira começou com uma carta revoltada, que ela mandou ao editor de uma coluna magista  do jornal Pittsburgh Dispatch. A qualidade desta carta levou o editor a pedir a Cochran, que estava procurando emprego, que se tornasse repórter desse jornal. O editor também criou o pseudônimo Nelly Bly, vindo do nome de uma canção popular de Stephen Foster.
Bly escreveu vários artigos invstigativos antes de ser relegada à seção feminina do jornal. Então, ela deixou o Dispatch e foi para Nova York, onde conseguiu trabalho no New York World, o jornal sensacionalista de Joseph Pulitzer (criador do Prémio Pulitzer). Seu primeiro trabalho foi sobre o Sanatório de Mulheres na Ilha Blackwell, no qual se expôs às mesmas condições inumanas das pacientes do local. Sua marca registrada, a partir daí, seriam os disfarces e espionagens para conseguir furos de reportagem.
Em 1888, O New York World decidiu mandar um repórter numa viagem ao redor do mundo, como no livro A volta ao mundo em oitenta dias de Júlio Verne. Nellie Bly foi escolhida para essa viagem, que partiria de Hoboken, Nova Jersey, em 14 de novembro de 1889.
72 dias, seia horas, onze minutos e 14 segundos após sua partida, em 25 de janeiro de 1890, Nellie chegou a Nova York, realizando a volta ao mundo mais rápida até então, recorde esse que seria quebrado alguns meses mais tarde por George Francis Train, que completou a viagem em 62 dias.

Na sua viagem ao redor do mundo, ela visitou não só a Inglaterra, Japão, China e Hong Kong como no livro, mas também Amiens (o lar de Júlio Verne), Colombo e San Francisco. Ela também foi a primeira mulher a viajar ao redor do mundo sem a companhia de um homem, se tornando um modelo para as mulheres da época.
Mais tarde, ela voltaria a fazer reportagens, cobrindo uma convenção de femininstas em 1913 e a Primeira Guerra Mundial do frontoriental da Europa."

Eu li uma matéria sobre ela outro dia e simplesmente me encantei.
Vocês podem não ver de verdade oq ela foi por esse simples texto, mas Nellie Bly foi o exemplo de mulher, que vigora ainda hoje.
Numa época em que lugar de mulher era bem quietinha dentro de casa, cuidando dos filhos e marido, ela teve coragem de falar, arrumou um trabalho independente, e claro, impressionou o mundo.
Nao foi nada fácil para ela. Sua familia nao aceitava. Ela foi discriminada várias vezes. E mais, passou por tantas em suas investigações q eu nao desejo para ninguém. Mas o amor pela verdade sempre vigorou nela, e ela adentrava em suas historias, vivendo oq seus entrevistados viviam.
No sanátorio? ela sofreu demaaais. Viu coisas q ninguem deveria ver. As condições eram inumanas. Pessoas internadas porque a familia queria se livrar, maus tratos...
Para conseguir a volta ao mundo? teve de ameaçar cobrir a materia para outro jornal, para conseguir ser escolhida...
Na Guerra? ela foi confundida como espiã...
E apesar de tudo isso ela venceu. Foi capaz de ditar sua vida.
Não é o que todos deveriam fazer e querer?

Amelia Earhart

"Foi só em 1920 que o bichinho da aviação lhe mordeu, quando ela e o pai
assistiram a um "encontro aéreo" em Daugherty Field, Long Beach. De
capacete e óculos de protecção, embarcou num biplano de cockpit aberto para
um voo de 10 minutos sobre Los Angeles. Ficou encantada e pouco depois
seguiram-se as lições de pilotagem.
Em Outubro de 1922, Amelia deu início à sua participação em
tentativas de ultrapassar recordes e estabeleceu o recorde de altitude para
mulheres nos 14.000 pés (4.340 metros). No Outono de 1925, Amelia mudou-se
para Boston e juntou-se à divisão local da Associação Nacional de
Aeronáutica. Durante este tempo, tirou todas as vantagens das circunstâncias
de promoção do voo, especialmente para as mulheres, tornando-se assunto comum
nos jornais. O "Boston Globe" considerou-a "uma das melhores
mulheres-piloto dos Estados Unidos".
O editor nova-iorquino
George Putnam, impressionado com Earhart, organizou a viagem para que ela se
tornasse a primeira mulher a atravessar o Atlântico de avião, a 3 de Junho de
1928, ainda que como passageira. Posteriormente ela casou com ele e Putnam
desenvolveu-a como personalidade pública ao ponto de a 20 de Maio de 1932,
quando atravessou sozinha o Atlântico, Amelia ser a mulher mais aclamada do
mundo, considerada herói nacional e recebendo vários prémios e
celebrações.
Uma viagem sozinha à volta do mundo era a
progressão natural, mas uma primeira tentativa, em 1935, não teve sucesso,
quando se despenhou ao descolar perto de Pearl Harbour. Sem se dar por
vencida, depois da reconstrução do seu Electra, voltou a tentar, partindo de
Miami, Florida, a 1 de Junho de 1937.
A sua rota levou-a por Porto Rico e, depois, pela ponta noroeste da América
do Sul para África, do Mar Vermelho para o Paquistão (mais uma estreia;
ninguém antes tinha voado continuamente entre o Mar Vermelho e a Índia).
Depois de alguns atrasos por causa do tempo, partiu para a Austrália e para
Lae, na Nova Guiné. Nessa altura já tinha viajado 22.000 milhas (35.420 km),
faltando-lhe 7.000 milhas (11.270 metros).
Partindo tarde a 2 de Julho, Amelia
fez o seu último contacto através do rádio às 20:00 GMT para o navio Itasca
da Guarda Costeira dos EUA e, apesar de uma operação de busca no valor de $4
milhões autorizada pelo presidente Roosevelt, que envolveu 66 aviões e 9
navios nunca mais se encontraram vestígios de Earhart ou do seu avião"

Rainha Elizabeth
"foi Rainha da Inglaterra e da Irlanda desde 1558 até à sua morte. Também ficou conhecida pelos nomes de A Rainha Virgem, Gloriana e Boa Rainha Bess.
Seu reinado é conhecido por Período Elisabetano (ou Isabelino) ou ainda Era Dourada. Foi um período de ascensão, marcado pelos primeiros passos na fundação daquilo que seria o Império Britânico, e pela produção artística crescente, principalmente na dramaturgia, que rendeu nomes como Christopher Marlowe e William Shakespeare. Era uma monarca temperamental e muito decidida. Esta última característica, vista com impaciência por seus conselheiros, frequentemente a manteve longe de desavenças políticas. Assim como seu pai, Henrique VIII, Isabel gostava de escrever, tanto prosa quanto poesia."

E então, se inspiraram?

Bye XoXo Bye

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Leituras Indicadas

Povo meu,


Hoje, nada de resenha rsrs
O post de hoje é um pouco diferente.
Eu vou indicar para vocês livros que estão em alta ou são novidades por aí, e ao que tudo indica é leitura das melhores.
São livros que em sua maioria estou louca para ler, ou ao menos, curiosa.
Eu sei como é chato ficar sem nada para ler (sério, eu estou sem livro essa semana e estou meia louca rsrsrs), então, uma ajudinha sempre vem a calhar *-*


Vamos agora as novidades mais "quentes" desse inverno kkkkkkkk


Para começar, a Rainha dos Chick Lit - Tia Meg


Insaciável


"Meena tem o dom de prever o futuro e usa isso para escrever um livro de sucesso, mas justo quando ela previu uma moda de temas vampirescos, ataques de vampiros tomam a cidade de Nova York.

Agora Meena vai ser usada por um simpático detetive da Guarda Paladina para, se aproveitando de seus dons de vidente, procurar um vampiro de péssima reputação… e também muito sedutor."



Editora Galera, do Grupo Editorial Record
Traduzido por: Regiane Winarski
Base de preço: 39,90

Liberte meu coração

E falando nela, temos outro lançamento, que é o famoso livro da Mia (Amelia Mignonette Grimaldi Thermopolis Renaldo - Princesa Mia,de Genovia) do Diário da Princesa.
No décimo e ultimo livro (Que é o melhor da série na minha opinião e eu amo de paixão, e acabei de ter a idéia de fazer uma resenha sobre ele mais tarde rsrs), a Mia escreve um livro: "Ransom my heart".
Agora, a Meg publicou esse livro, que veio traduzido para nós como "Liberte meu coração".

"Finnula, a caçula de seis irmãs e um irmão, nunca quis ouvir falar em casamento e sempre esteve mais interessada em caçar. Mas agora, para salvar a honra de uma das suas irmãs, ela terá de se envolver em um plano arriscado: o sequestro de um cavaleiro rico, que renda um bom resgate. O que ela não esperava é que o cavaleiro vai se mostrar muito mais esperto do que ela imaginava, e muito mais atraente também."



Editora Galera, do Grupo Editorial Record
Traduzido por: Fernanda Martins
Base de preço: 36,90

Os E-mails de Holly

E já que estamos falando em Chick Lit, tem um lançamento, que está fazendo bastante sucesso no genêro, e que parece ter um enredo legal. É o livro "Os E-mails de Holly" , da autora "Holly Denham". 


"Em seu primeiro dia como recepcionista em um banco de investimentos londrino, Holly Denham não dá conta de suas inúmeras tarefas, se depara com colegas de trabalho nada amigáveis e, para completar, encontra uma metida ex-amiga dos tempos de escola que se transformou em uma profissional bem-sucedida. Além de um início de carreira não muito promissor, ela ainda tem que lidar com uma confusa vida amorosa, amigos loucos e familiares que vivem querendo lhe dar conselhos. Para aliviar a tensão de uma rotina tão exigente ela recorre a sua Caixa de e-mail, uma fonte inesgotável de dramas e situações pra lá de engraçadas.

Escrito em forma de e-mail, Os e-mails de Holly é uma leitura compulsiva, que provocará gargalhadas da primeira a última página."



Editora Record

Traduzido por: Ana Ban
Base de preço: 79,90

Dezesseis Luas

Saindo um pouco dos Chick Lit (não liguem, a culpa é do meu vicio neles rsrs), e entrando no sobrenatural, encontramos esse livro, "Dezesseis Luas", de Kami Garcia e Margareth Stohl.



"Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona."

Dezesseis Luas - Col. Beautiful Creatures - Vol. 1

Editora Galera, do Grupo Editorial Record
Base de preço: 39,90

Espera

Ainda no sobrenatural , temos espera, da Maggie Stiefvater, que quem acompanha o blog sabe o quanto estou louca para ler kkkkkkk

"Em ‘Espera’, o segundo livro da série ‘Os lobos de Mercy Falls’, Maggie Stiefvater continua a contar a história de amor entre Sam e Grace, e revela os dois lados desse amor – a luz e a escuridão, o calor e o frio.

Além de Sam e Grace, dois novos narradores surgem, Cole e Isabel, oferecendo um debruçar sobre a vida dos lobos de Mercy Falls."


Editora: Agir
Base de Preço: 39,90

E indico Calafrio 
também, o numero 1 *-*



A maldição do Lobisomem



E falando em lobisomens, temos esse novo lançamento, que tem tudo para ser Mara!


A Maldição do Lobisomem  

Sinopse

"Quando Jess Gillmansen é chamada para comparecer à sala da direção, ela pode somente imaginar ser por duas razões: Eles finalmente descobriram quem escreveu o editorial criticando os valentões da escola, ou mais uma reunião para falar sobre a recente morte de sua mãe. Porém inesperadamente ela descobre que a direção da escola quer que ela apenas sirva de guia para o novo aluno – mas ele chega com seus próprios problemas, que inclui uma escolta policial. O mais novo membro da escola Junction High, Pietr Rusakova possuiu segredos para esconder – segredos que acabam levando grandes problemas para a pequena cidade de Junction – incluindo mudanças tão dramáticas que certamente acabaram com sua vida mais cedo. "
Editora: Universo dos Livros
Base de preço: 31,90


A garota da capa vermelha

Agora, vamos falar dos livros/filmes.
Antigamente a gente ficava anos esperando sair um filme do livro que nós gostavamos. Hoje em dia, o lançamento dos dois é quase que imediato (aqui no Brasil claro). Ainda assim, nos EUA, o tempo decorrido do lançamento de um livro ao lançamento de um filme é apenas o tempo da produção deste.
E vários são os titulos que estão fazendo sucesso aqui no Brazuca rsrsrs.
Um deles é a garota da capa vermelha, do qual o livro já ganhou até a capa do filme.


A Garota Da Capa Vermelha 

Sinopse

"O corpo de uma garota é descoberto em um campo de trigo. Em sua carne mutilada, marcas de garras. O Lobo havia quebrado a paz. Quando Valerie descobre que sua irmã foi assassinada pela lendária criatura, ela acaba mergulhando de forma irreversível em um grande mistério que vem amaldiçoando sua aldeia por gerações. A revelação vem com Father Solomon: o Lobo habita entre eles — o que torna qualquer pessoa do vilarejo suspeita. Estaria Peter, sua paixão secreta desde a infância, envolvido nos ataques? Ou seria Henry, seu noivo, o Lobisomem que assola as redondezas? Ou, talvez, alguém mais próximo? Enquanto todos estão à caça da besta, Valerie recorre à Avó em busca de ajuda; ela dá à neta uma capa vermelha feita à mão e a orienta através da rede de mentiras, intrigas e decepções que vem controlando o vilarejo por muito tempo. Descobrirá Valerie o culpado por trás do lobo antes que toda a aldeia seja exterminada? A Garota da Capa Vermelha é uma nova e arrepiante versão do clássico conto. Nela, o final feliz poderá ser difícil de ser encontrado."

Editora: ID
Base de preço: 35,90

Eu sou o Numero Quatro

Deixando um pouco os lobos de lado (eu ando achando que os lobos estão mais em alta do que vampiros rsrsrs teve uma época que eu pensei q a nova moda seriam os anjos, mas parece que me enganei: é lobo na certa kkkkk) e indo para os ET's rsrsrs, temos eu sou o numero quatro, filme que já alcançou alto prestigio no cinema, e claro, teve uma alta saída dos livros.

Eu Sou O Número Quatro

Sinopse 

"Nove bebês aliens estão se escondendo entre os seres humanos, eles fugiram de seu planeta natal, Lorien, para se esconder na Terra. Uma espécie invasora, os Mogadorians, destruíram seu planeta, e seguiram eles a Terra para caçá-los. Cada um dos nove aliens é dado a um tutor para desenvolver seus poderes sobre-humanos enquanto se tornam adultos e lhes são atribuídos números. Estas últimas crianças de Lorien só pode ser mortas na sequência de seus números."

O mais legal nesse livro é que ele foge ao padrão tradicional de "modinha" de atualmente *-*.
Afinal, quantas histórias de ET's (tirando claro, nosso amado Super Homem rsrs) vocês vêem por aí?

Editora: Intrínseca
Base de preço: 29,90


O noivo da minha melhor amiga

Esse filme está super em alta rsrsrsrs
E o livro não poderia ficar para trás né?


Sinopse 


"O Noivo da Minha Melhor Amiga conta a história de Rachel, uma jovem advogada de Manhattan. A moça, sempre vista por si mesma e por seus amigos como a "certinha" e bem-comportada, muda radicalmente no seu aniversário de trinta anos, após a festa oferecida por sua melhor amiga, Darcy. Meio deprimida por chegar aos trinta sem o marido e os filhos que imaginava ter a essa altura da vida, Rachel se excede na comemoração e termina a noite na cama com Dex, seu grande amigo de faculdade e noivo da sua melhor amiga. Até a noite em que ficou com Dex, Rachel era o modelo de filha e amiga perfeita, embora se visse como um fracasso. Nunca transgrediu as leis, nem mesmo as de horário de trabalho, ao contrário da egoísta, narcisista mas irresistível Darcy, em torno da qual Rachel e, posteriormente, Dex sempre orbitaram. Enquanto a boa moça e tímida Rachel teve alguns poucos namorados e conseguiu um emprego estável porém sem graça num escritório de advocacia, a linda e popular Darcy namorou todos os bonitões do colégio, construiu uma glamourosa carreira de Relações Públicas e sempre conseguiu tudo o que quis, inclusive manipular e obrigar Rachel a fazer o que desejava. E agora, após uma noite com o noivo da melhor amiga, Rachel acorda determinada a esquecer para sempre o fatídico encontro, mas acaba descobrindo que sempre amou Dex. E, apesar da amizade a Darcy, começa a perceber que ela não é exatamente o que se espera de uma melhor amiga. À medida que a data do casamento se aproxima, Rachel se desespera com a urgência da decisão que precisa tomar e acaba passando por uma profunda reavaliação de sua vida, para concluir que "certo" e "errado" são conceitos muito relativos. Narrado em primeira pessoa por Rachel, o livro ganha a simpatia do leitor pela empatia da protagonista, que expõe suas dúvidas e sentimentos de forma muito honesta e humana. E o final reserva grandes surpresas."

Editora: Agir
Tradutora: Andréa Rocha
Base de preço: 24,90

A Vidente

Para fechar, já que voltamos inevitavelmente ao Chick Lit com o livro acima, coloco a sinopse de um livro que eu achei bem legal *-*
Se chama "A Vidente" de "Hannah Howell".


Sinopse

"Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana. Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é enxergar além da visão física. Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar à luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino... Com o passar dos anos, Chloe descobre que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência e nota, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos. Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso."

Notaram esse design super Cut com o laço??
Ameeeei!

Editora: Lua de Papel
Base de preço: 29,90

Bem meu povo,
Por hora são esses rsrsrsrs.
Logo eu faço outra postagem, porque são tantos os livro bons e novos circulando por aí.
E claro, nós nao queremos ficar de fora né?

Bye XoXo Bye

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Ações mínimas com efeitos que são o máximo

Gente.
Eu tava lendo a Cláudia esses dias, e vi uma matéria que me chamou a atenção.
É essa do titulo. Na realidade, são “63 Ações mínimas com efeitos que são o máximo” no original, mas eu passei o pente fino e selecionei as que eu achei mais interessantes.
Espero que vocês gostem.

1 – Plante uma flor
 Cuidar de uma plantinha que viu nascer encherá você de orgulho e satisfação, e a casa de beleza. Além disso, quem gosta de bichos e plantas sabe quanto eles alimentam nossa vitalidade e a capacidade de sentir ternura.

2 – Acolha as criticas

Isso não significa concordar nem se submeter a opinião alheia, mas abrir-se para escutar. O comentário de quem trabalha ou vive com você poderá ajudá-la a se aprimorar. Antes de se irritar, pondere. Aproveite o que for útil, e descarte o que não serve.
A noite estrela - Vincente van Gogh

3 – Busque o lazer CULT
No sábado ou domingo, tome café da manhã com calma e programe logo cedo algo delicioso: uma exposição, um cinema, um show... 
O lazer cultural diverte, instiga e alimenta a alma.

4 – Seja DJ por um dia
 Selecione suas musicas preferidas e mais animadas, grave e escute toda vez que estiver perdendo o pique. Que sucesso!


5 – Use a feira como farmácia
Anda meio esquecida? Comer ovo alimenta a memória. Problemas de circulçao? Apele para o sulco de uva. E um segredo antienvelhecimento: coma três porções de frutas diferentes ao dia e cinco porções de vegetais crus – um suco verde ajuda a atingir essa cota diária. 

6 – Deseje sem culpa 
Você pode sim, querer mais dinheiro, mais conforto, mais realizações e prosperidade em sua vida. Batalhe pelo que quer. Ambição não é pecado e ajuda a focar e perseguir objetivos.

7 – Celebre o que é bom 
Um dia agradável, um almoço com uma amiga querida, um elogio que você recebeu quando menos esperava... Por que brindar apenas os grandes momentos se a vida está cheia de pequenas alegrias para festejar?

8 – Pare para respirar 
Se estamos apressadas demais, ficamos ofegantes, e a tendência é contrair o corpo. Ao longo do dia, habitue-se a fazer pausas para inspirar fundo e expirar lentamente. Essa prática relaxa, mantêm as funções orgânicas sob controle e potencializa o racicionio.


9 – Quebre o ritmo 
Um cinema com as amigas ou um almoço com os familiares no fim de semana parece banal, mas um simples desvio de rota comum enriquece o cotidiano e alivio o stresse. 

10 – Relaxe antes de dormir 
Se você cuida do seu sono, a beleza e o humor também terão um upgrade. Ao fim de um dia agitado, comece a desacelerar.
Escute musica suave e, ao deitar, concentre-se na sua respiração. Permita que imagens da correria se apaguem, passe a visualizar paisagens bonitas e pode começar a bocejar.

11 – Simplesmente sorria 
A psicoterapeuta Sandra Taiar, de São Paulo, caminha toda manhã no parque. Um dia, experimentou percorrer o trajeto sorrindo. Recebeu tantos olhares simpáticos de volta que passou o resto do dia feliz também. Tente você também, em ambientes variados. 

12 – Diga e aceite um NÃO 
Algumas vezes, recebemos pedidos difíceis ou chatos de ser realizados. Pode ser um favor, um empréstimo, ajuda... até sexo. Se não pode ou não quer, recuse.
Lembre-se de que os outros também tem direito de fazer o mesmo, e isso não é nenhum drama.

13 – Converse com os mais velhos 
Temos sempre o que aprender com idosos da família ou da vizinhança. Eles trazem noticias de outros tempos e valores que nos ajudam a refletir sobre o próprio envelhecimento. Abra-se para compartir historias, se emocionar ou rir com eles.

14 – tire Mini-Férias 
Não acumule o cansaço. Aproveite folgas, feriados ou fins de semana para fugas estratégicas, de preferência para perto da natureza. Uma caminhada na praia ou um banho de cachoeira fazem milagres


15 – massageie-se
Gaste alguns minutos para apertar e acariciar os ombros, a nuca e a cabeça.
Dê atenção aos pés e as mãos. Assim incrementa o bem estar, o auto-conhecimento e o amor-próprio.

16 – Desconecte-se por algumas horas 
Desligue a TV, o computadot, o Ipod, o Ipad... e verá como o seu grau de “eletricidade” cai. Observe então o fluxo dos seus pensamentos sem tantas interrupções externas. Sua mente se acalma e agradece.


17 – Aperte quem você gosta 
Esqueça os cumprimentos formais. Ao encontrar seus filhos, grandes amigos, amores da vida, ou até se despedir deles, dê um abraço. Forte mesmo!

18 – Curta o seu banho 
Não precisa ficar muito tempo na ducha não ( não dá mais para desperdiçar uma gota), mas, ao sentir a água escorrendo na pele, esqueça de tudo. Lembre apenas que a sujeira e o cansaço e as toxinas estão indo pelo ralo. Sairá renovada.

19 – Admire o espelho 
Acabe com essa mania de procurar pelos defeitos, rugas, cravos, pneus... coisas para “corrigir”. Chega de lado B.
Enxergue o seu lado A refletido ali e admire suas qualidades. Mesmo as mais subjetivas tornam-se visíveis diante de um olhar carinhoso.

20 – Diga Obrigada 
Expresse sua gratidão quando alguém lhe der alguma informação, um elogio, uma mãozinha, a vez no elevador...



E ai? O que acharam?
Eu achei MARA.
A gente precisa mesmo de coisas como essas na vida as vezes.
Não é?

Bye XoXo Bye