sexta-feira, 4 de março de 2011

Hercule Poirot ---> Nostalgia e um sentimento maior no coração

Pessoinhas do meu coração,

Vim aqui hoje fazer um post super hiper mega especial. Para falar a verdade, o mais especial de todos, por se tratar da pessoa mais especial do mundo (Jesse e Harry, vcs terão de me desculpar, mas ELE fica no topo do meu coração kkkkkk Mas o Jesse fica apenas milimetros abaixo e o Harry, bem, é o HARRY kkkk nao preciso dizer mais nada né?)

HERCULE POIROT ... siiiiim, o detetive mais inteligente, adoravel, fofo, magnifico, estupendo, grandioso (enfim, tudo q vc imaginar de bom e grande) do MUNDO... *-*-*-*-***-*-*-*-*-*-*-***-*

Eu estava conversando com a Thay agora e ela simplesmente despertou em mim velhas lembranças ao dizer o nome Lenox *-* (logo vcs vao saber onde o nome se encaixa kkkk). E entao me toquei q, como eu poderia ter um blog, sem um post, ou até mesmo uma sessao inteira, destinada ao meu querido e amado Hercule, ãhn?

Bem, para quem nao conhece ele, uma pequena definição. (pequena mesmo... so lendo TODOS os livros  para conhecê-lo beem (falta-me 3 ainda rsrsrs mas logo suprirei essa falta :D)

"De nacionalidade belga (embora muitos o julguem francês), Poirot é uma personagem extremamente extravagante.É muito pouco modesto, podendo por vezes, "obrigar" o seu amigo Hastings a explicar às pessoas quem é, de uma maneira muito extravagante. Usa bigode e tem sempre uma aparência elegante e impecável com um grande charme. apareceu pela primeira vez em 1921, no romance "O misterioso caso de Styles" (The mysterious affair of Styles).
Poirot é um grande fã da ordem e do método, daí estar sempre impecavelmente vestido. Chega, em certos momentos, a ser rabugento. Costuma dizer ao seu amigo Hastings que: "o seu crime de sonho seria realizado com método e ordem..." e acredita que "se houvesse um criminoso assim, seria impossível, incluindo o próprio Hercule Poirot, descobrir o verdadeiro culpado".
Ao contrário dos outros grandes detetives da Scotland Yard, Poirot diz que pode resolver um crime estando "apenas sentado na sua poltrona". Ele compara os seus colegas a "cães de caça humanos", pois eles usam as pequenas pistas no chão, as pegadas e as impressões digitais como método de trabalho; enquanto que Poirot usa, como único meio, a psicologia humana e o que ele chama de "massa cinzenta". Não é um detetive de ação, mas meramente dedutivo.
Poirot diz que a mente humana não tem nenhuma originalidade, pois quando um criminoso comete um crime, o seu método psicológico é sempre o mesmo."


Serio gente, nao tem ninguem melhor *-* ele é tao inteligente, mas tao inteligente, que chega a doer so de ver kkkkkkkkk teve uma epoca q eu era tao fanática nele, q eu li um livro atras do outro, sem parar kkkkkkkk era cerca de um por semana =O
Ele foi a minha inspiração de vida kkkkkkkk (o Harry formou meu caráter rsrsrs mas o Poirot foi peça chave por todo o meu gosto pelo "ser humano".) Ele me ensinou o uso da psicologia, da percepção de q todas as pessoas, apesar de distintas, fazem coisas geralmentes iguais. Tem reações iguais diante das situações... enfim, de q tudo é passivel de analize, de identificação e até mesmo, de prediçao. Se vc realmente conhece o comportamento humano, fica facil saber do q as pessoas sao capazes, ou nao.

E sabem o que mais? ele nao fica por ai naao. Além de analizar as pessoas, ele analiza os FATOS... siiim, ele nao precisa fazer testes de impressao digital, de marca de nao sei mais oq lá (Desculpe, vc viciado em CSI kkkkkkkkk também amooo a série e nao estou criticando kkkkkk é q o Poirot dispensa qualquer uma dessas necessidades. Ele é ... O CARA).

E como eu prometi q ia contar, Lenox Tamplim é personagem de um dos meus livros preferidos, que é "O misterio do trem azul". Acho q ela é até o motivo principal para esse livro ser um de meus preferidos kkkkkk é q ela é a descrição em caneta e papel de mim kkkkkk ela é completamente louca pelo Poirot, e faz de tudo para conseguir chamar a atenção dele e deixá-la ajudar na investigação *-* ela é, depois de mim claro, a maior fã dele kkkkkkkk (como ela mesma disse: nunca vi olhos tão verdes na vida).
E a fraseeeee dele para ela no final?? aiii, aquela fraseeeee *-**-*-*  vejam o trecho do livro:

" - Lá está o maldito Trem Azul! Os trens são coisas implacáveis, não são, Monsieur Poirot? Morrem pessoas dentro deles, mas continuam o seu caminho, como se nada tivesse acontecido... Estou a
dizer tolices, mas o senhor sabe o que quero dizer.
- A vida é como um trem, mademoiselle. Segue o seu caminho... E ainda bem!
- Porquê?
- Porque o trem acaba por chegar ao fim da viagem, e a esse respeito há um provérbio interessante
na sua língua, mademoiselle.
- A viagem acaba com o encontro dos amantes - citou Lenox, a rir - Para mim não será verdade.
- Há-de ser verdade! É jovem, mais jovem do que imagina. Confie no trem, mademoiselle, pois é le bon Dieu que o conduz.
O apito soou de novo.
- Confie no trem, mademoiselle - repetiu. -- E confie em Hercule Poirot. Ele sabe!"

#MORRIII ..... Será q foi só em mim q veio lagrimas aos olhos???? :'( 
AIIII Poirot, se soubesse a falta que me faz ............
Maaaas, eu nao me preocupo naaaaooo.... um dia vou ter a serie completa aqui, nas minhas maos, com Hercule na integra para mim ler quando eu bem entender *-*

A foto do Ator q imortalizou o querido Poirot : David Suchet


O Poirot tambem tem um grande amigo, o capitão Arthur Hastings *-* ... Adoro ele também, mas confesso q em varios momentos ele me tira do serio com a sua burrice kkkkkkkk 

"O Capitão Hastings é o "Watson" do detetive Hercule Poirot, também criação da autora. Amigo inseparável, embora suas conclusões sejam muitas vezes o oposto da realidade, elas ajudam o raciocínio de Poirot. Este vive ironizando a forma de pensar de Hastings. O mais interessante, porém, é que a maioria dos leitores termina por seguir a mesma linha de pensamento do Capitão, tornando a leitura mais cômica, ou, dependendo do ponto de vista, irritante.
Hastings apareceu em 26 contos mas apenas em 8 romances. Casou-se com uma jovem e doce mulher chamada Dulcie Duveen e juntos se mudaram para Argentina. Durante anos, contudo, Hastings retornava para Londres para visitar seu amigo Poirot. Hastings teve 4 filhos, um dos quais é Judith, uma pesquisadora científica que vive na Inglaterra.
"

Fora o Hastings, Poirot tem muitas outras pessoas que o ajudam, como por exemplo, Ariadne Oliver kkkkkkkk ela é doidona, uma escritora de livros de misterio, que, apesar de muitas vezes tirar o Poirot do sério, acaba ajudando ele de alguma maneira devido a sua imaginação fértil.

Enfim, todos os personagens são maravilhosos (ate mesmo a carrancuda e super eficiente secretaria dele, a Srta. Lemmon *-*)

Cumpri minha missao, apresentei a vcs a pessoa mais magnifica do mundo *-*
Agora, só nos resta esperar acharem mais novidades dele nos pertences da Agatha,
ou claro, as galinhas colocarem ovos quadrados (uma piadinha entre o Hastings e o Inspetor Japp sobre a mania de simetria do Poirot (veja: "Os crimes ABC")

Bye XoXO Bye

2 comentários:

  1. AMEEEIII o post!!
    Perfeito!!
    Eu adoro o Poirot, sou realmente viciada nele -culpa sua kk - Dá pra aprender muito com os livros do Poirot, e no final de cada livro sempre dá pra tirar algo de bom, alguma moral, e é por esses e outros motivos q ele é meu detetive belga favorito

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, nem me fala... ele é o CARA, como eu disse lá em cima kkkkkkkk é impossivel ler e nao se apaixonar completamente *-*

    (confesso, sou culpada do crime de te viciar rsrsrsrsrs )

    ResponderExcluir