domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mil e Uma noites

Heey Povinho meu,

Ontem na postagem do Aladim eu comentei sobre as Mil e Uma noites, vocês lembram? Pois hoje eu vou falar sobre ela kkkkkkkkkk eu sempre fui fã dessa história. A história da Sherazade sempre me chamou a atenção pela inteligência e coragem dessa rainha. E a sempre gostei, me refiro desde os meus 13 anos, quando fiquei, REALMENTE conhecendo a historia das mil e um a noites e Sherazade. Eu ja tinha mais ou menos uma idéia sobre a historia, mas, depois de ganhar meu presente de aniversario da minha avó (o perfume Sherazade da Christian Gray, q logo veio a se tornar meu perfume favorito até hj), eu realmente fiquei curiosa e fui em busca da historia na integra, e fiquei sabendo q havia muuito mais na historia do q se é contado nos contos de fadas infantis ...

Vejam qual é a História de Sherazade, básicamente:

No início da obra conta-se que, enlouquecido com a traição de sua primeira esposa, o rei persa Xeriar a cada dia desposava uma virgem, e todo dia mandava matar a esposa com que passara a noite. Ele já matara quase todas as virgens do reino quando conhece Sherazade, que se oferece para casar com ele apesar dos protestos do pai, o vizir do rei. Sherazade, uma mulher bela e inteligente, arma um plano para acabar com a loucura do rei com a ajuda de sua irmã, Duniazade.
À noite, já nos aposentos do rei, Sherazade pede para se despedir de Duniazade. No meio da conversa, como haviam combinado antes, Duniazade pede à irmã que lhe conte uma história. Sherazade, que tinha lido livros e escritos de toda a espécie, conta uma história que, como havia planejado, cativa a atenção do rei. Com as primeiras luzes do dia, Sherazade interrompe a narrativa no meio, dizendo que a continuaria na noite seguinte. Curioso por saber o final da história, o rei concede-lhe a vida até a noite seguinte. Nas noites que se seguem, Sherazade continua narrando contos de conteúdo muito diverso, com componentes edificantes, mágicos e eróticos, fazendo com que o rei não perca seu interesse e mantenha-a viva.
Passam-se assim mil e uma noites de histórias maravilhosas, e durante esse período Sherazade dá a luz três filhos do rei. No final, Sherazade implora ao rei que lhe conceda a vida, e este, muito arrependido pelas suas ações passadas e impressionado por sua inteligência e dedicação, faz dela sua rainha definitiva. Duniazade também passa a fazer parte da corte, desposando o irmão do rei.



Obra: As Mil e Uma noites

é uma coleção de histórias e contos populares originárias do Médio Oriente e do sul da Ásia e compiladas em língua árabe a partir do século IX. No mundo ocidental, a obra passou a ser amplamente conhecida a partir de uma tradução ao francês realizada em 1704 pelo orientalista Antoine Galland, transformando-se num clássico da literatura mundial.
As histórias que compõe as Mil e uma noites tem várias origens, incluindo o folclore indiano, persa e árabe. Não existe uma versão definida da obra, uma vez que os antigos manuscritos árabes diferem no número e no conjunto de contos. O que é invariável nas distintas versões é que os contos estão organizados como uma série de histórias em cadeia narrados por Shrazade, esposa do rei Xariar.

Lista de histórias

  • O mercador e o Efreet
  • O pescador e o Marid
  • A História de Mobarak
  • Aladim e a Lâmpada Maravilhosa                          
  • A Aventura de Judar
  • Almaz, o Príncipe Brilhante
  • As Botas de Karam
  • Ali Babá e os Quarenta Ladrões
  • Aventura nos Sete Mares
  • História do mercador e do gênio
  • O Príncipe Narigudo
  • Omar e Yasmin
  • Os Príncipes do Oriente
  • Simbad

Eu conheço quase todaaas essas historias (tbm, existe um conto de fadas q eu nao conheça? conheço três vezes mais histórias q Sherazade kkkkkkkkk). Claro, q essa versão, e as versão infantis, são adaptações  ultra toscas da historia original kkkkkkkkkkk se vc for ler a historia ORIGINAL, vai quase acreditar q oq a gente conhece é uma outra historia kkkkkkkkkkk
A obra teve variaaas derivações durante os anos, até porque, se tratando de uma coletania, era facil perderem-se historias. Nessa obra de Galland, podemos encontrar historias q nao faziam parte das Mil e Uma noites original.

A primeira tradução a uma língua europeia foi realizada pelo orientalista francês Antoine Galland (1645-1715), que publicou entre 1704 e 1717 sua Mille et une nuits. A principal fonte para a versão de Galland foi um manuscrito sírio em três volumes, escrito em árabe, que terminava na noite 282 e não apresentava o final. Para completar a sua obra e aumentar o número de noites, Galland utilizou outros textos árabes, incluindo manuscritos egípcios (hoje perdidos) com os contos Príncipe Camaralzaman e a Princesa Budura e o Conto de Ganim. Galland também incorporou histórias que originalmente não se encontravam em nenhum manuscrito das Mil e uma noites conhecido. Uma é a história de Simbad o marujo, traduzida a partir de uma manuscrito árabe avulso. Outra fonte de Galland, segundo o próprio, foi um contador de histórias chamado Hanna Diab, um maronita de Alepo, que narrou-lhe contos como o de Aladim e a Lâmpada Maravilhosa e o de Ali Babá e os Quarenta Ladrões. Estes contos incorporados por Galland, e que aparentemente não formavam parte das Mil e uma noitesoriginal, tornaram-se extremamente populares e passaram a ser incluídos em manuscritos árabes e traduções europeias produzidas posteriormente.

Gente, confesso q ao ler isso, eu mesma me surpreendi kkkkkkkk nunca ia imaginar q a historia do Príncipe Camaralzaman e a Princesa Budura fazia parta da Mil e Uma noites. Eu sou super fã, louca apaixonada por ela desde pequena kkkkkkkkk era um dos meus contos preferidos para dormir. Mas nunca imaginei q fizesse parte das mil e uma noites...

Enfim, eu adoroooo a história da Sherazade. Ela foi muito inteligente e usou isso ao seu favor. Sem contar a coragem q ela demonstrou... A Sherazade é minha IDALA kkkkkkkkkkkkkk talvez, tenha sido até mesmo por conta dela (e é claro, pelo fato q não dormia sem ouvir historias kkkkkkkk) q o meu repertório de historias infantis é tao extenso kkkkkkkkkk eu conheço muuuuitas, mas muuuuitas historias mesmo.
E as Mil e Uma noites, possuem historias envolventes... cheias de fantasias, aventura... é realmente Mágico...

Bye Xoxo Bye
Otima leitura por mil e uma noites á todos :D

2 comentários:

  1. Owwn, sempre admirei a esperteza de Sherazade! Realmente, as mil e uma noites, marcaram muitas vidas! Infelizmente conheço apenas duas dessas histórias, mas vou procurar pelas outras, fiquei curiooosa!! *-*

    ResponderExcluir
  2. Siim... a Sherazade foi muuito inteligente.
    Eu a admiro tbm... e bastante *-*

    ResponderExcluir