segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

+ um de Brincando com Fogo

Hey povinho meu,

Vim aqui para dizer q tenho novis. Finalmente tive um surto criativo graças a uma chuva (chuva? mega, hiper, big tempestade kkkkkkkk) q deu enquanto eu tava no trabalho kkkkkkkkkkkkkk
Fiquei lá, viajando na Maionese(r) e de repente me surgiu historia para uns 3 capitulos de brincando com fogo. E olha, a coisa tá animada... Muito muito animada kkkkkkkkkk
Estou no fim do 6 e indo pro 7 ja.... até o fim da semana chego no 8.... Isso não é otimo??

Bye XoXo Bye

+ uma segunda-feira

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Tour

Gente,

Vou postar alguns lugares q eu quer ir *-* esperem q vcs concordem comigo :D

New York City

Nova York e seus dias super azuis no inverno, no outono com folhas douradas, amarelas, alaranjadas... Concertos ao ar livre no verão, e na primavera lotada de flores!
Nova York para passear, Nova York para curtir, Nova York para descobrir, os museus, o Central Park, restaurantes inesquecíveis, shows, as melhores lojas, a vida pulsando... A capital do mundo, vibrante e irresistível!!


Pontos Turisticos: 



The Morgan Library: A biblioteca de Morgan é antiga residência de P.J.Morgan, multimilionário americano, grande colecionador de obras de arte, manuscritos e livros.( Detalhe: Sua casa foi a primeira de Nova York a ter iluminação elétrica). É um museu pequeno e muuuito bonito!
Entre os tesouros é possível ver grandes trabalhos literários, partituras de Mozart e Bethoven, enquanto ouve a música ao mesmo tempo...

*Broadway:  Famosa no mundo inteiro, quem nunca sonhou com a Broadway? Produções impecáveis, cenários maravilhosos, efeitos impressionantes, onde muitas vezes os atores são nossos velhos conhecidos do cinema...



*Central Park:  Aqui pulsa o coração da cidade! O parque tão querido dos nova-iorquinos se mostra generoso também aos visitantes.Já imaginou passear de bicicleta de 2 lugares pelas alamedas de árvores centenárias, parar para ouvir um som que estão tocando ao vivo, assistir algum espetáculo no anfiteatro, fazer um picnic, ou descansar num gostoso dia de sol? O parque é lindo e enorme, indo desde rua 59th até a 110. Divide a cidade em East e West,de um lado a 5ª Avenida e do outro Central Park West. Foi projetado em 1850 e custou 10 milhões de dólares. Possui 843 acres com áreas para patins, bicicleta, tênis, pesca, futebol, basquete, programas de recreação, lagos etc...

Cidade do México

Visitar pirâmides, passear por um rio num barquinho colorido, entender boa parte da história da humanidade em um dos melhores museus de antropologia do mundo, almoçar ao som dos mariachis e, de quebra, comprar jóias de prata da melhor qualidade. Tudo isso pode ser feito num só lugar, na Cidade do México.
Além de esbanjar história indígena e colonial, a cidade é moderna, com intensas movimentações financeiras e negócios de primeiro mundo, em grande parte influenciados pela fronteira com os Estados Unidos.


Madri

Sua arquitetura é notável, com prédios e monumentos imponentes espalhados por toda a cidade. São imperdíveis; a Ópera, a Plaza Mayor, o Palácio Real, e o Museu do Prado. Os elegantes madrilenhos são muito orgulhosos de sua encantadora cidade.




Pontos Turisticos:

*O Museu Prado perde somente para o Louvre em Paris, como museu com mais obras de arte. Entre outros você encontrará: Bosch, Goya, Dürer, Tizian, Tinteretto, El Greco, Velasquez, Rubens.

*Museu de Arte Contemporânea (Centro del Arte Reina Sofia) que possui trabalhos de artistas do século XX (Miró, Dali, Picasso,etc.). O Museu Thyssen com a coleção mais vasta do mundo. O Palácio Real e a Plaza Mayor do século XVII.

*O Teatro Espanhol apresenta todos os tipos de arte, seja tradicional ou contemporânea. A maioria dos "clubs" fica em Castellana, que é o ponto de encontro dos boêmios. Flamenco e o antigo teatro espanhol podem ser encontrados na "Casa del Pueblo", nos subúrbios.

*Plaza Mayor, construída por Felipe V e considerada a mais bela de toda a Espanha e uma das praças mais espetaculares e maiores da Europa, onde foi cena dos ‘autos-de-fe’ (queimação pública), execuções, casamentos reais, danças e touradas. Hoje em dia é bem mais calma, porém ainda lugar onde feiras, bazares e shows ao vivo podem ser encontrados. É um ótimo lugar para descansar enquanto a procura de bares que se tornam cavernas sob a praça. pode-se degustar uma excelente sangria ou uma paeja ao ar livre.

*A cidade velha está situada entre o Palácio Real e o Parque del Retiro; e entre Lavapies ao sul e Glorieta de Bilboa no norte. No centro, fica a Puerta del Sol, onde está situado o kilometro 0. Este é o ponto de onde são medidas todas as distâncias na Espanha.

Atenas

Pontos Turisticos:

*Acrópolis: Um dos mais famosos cartões-postais do mundo, a Acrópolis não desaponta nem os visitantes mais cheios de expectativas. Do alto, onde fica sua principal construção, o Parthenon, ou Templo de Athena, é possível avistar toda a cidade.

*Museu Nacional de Arqueologia: Esse enorme museu passou por extensas reformas em preparação para as olimpíadas. O ideal é chegar bem cedo, pois há muito para ver e evitar os grupos de turistas é uma boa. As mais belas peças do acervo são pequenas. Máscaras, joias e vasos de ouro em miniatura são difíceis de serem apreciados quando as salas ficam lotadas. Mas a multidão nunca ofusca a presença imponente das esculturas da espetacular coleção de bronzes.

*Templo de Zeus Olímpico: O imperador Adriano foi o responsável pela conclusão das obras desse templo, que levou mais de 700 anos para ser erguido. Com 108 metros de comprimento e 43 de largura era um dos maiores da Antiguidade. Suas colunas de mármore com mais de 14 metros de altura deram a ele o apelido de Kolonnes e um dia dividiram espaço com estátuas de Zeus e do próprio Adriano.


Esses ai são só 4 lugares... depois eu posto o resto, ok? 

Bye XoXo Bye

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Garfield, Tirinhas e Segunda-feira :P

Pessoinhas,

Cheguei agora da Facul, to morta de canseira, mas não podia deixar de postar né?
Porém, como não estou com cabeça pra escrever textos (a mente tá off), e é como o povo diz (afinal, quem é que diz? nunca sei quem diz qndo alguem fala: é como se diz.... povo loucoo - ou eu q tô louca devido ao sono?) uma imagem vale mais q mil palavras, então deixo o titulo do texto e as tirinhas abaixo, e todo o meu pensamento estará revelado...















Bem, está ai... meu amigo Garfield, Preguiçoso e amante de lasanha como eu esclareceu meus pensamentos.... VIVA ELE


Bye XoXo Bye

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mil e Uma noites

Heey Povinho meu,

Ontem na postagem do Aladim eu comentei sobre as Mil e Uma noites, vocês lembram? Pois hoje eu vou falar sobre ela kkkkkkkkkk eu sempre fui fã dessa história. A história da Sherazade sempre me chamou a atenção pela inteligência e coragem dessa rainha. E a sempre gostei, me refiro desde os meus 13 anos, quando fiquei, REALMENTE conhecendo a historia das mil e um a noites e Sherazade. Eu ja tinha mais ou menos uma idéia sobre a historia, mas, depois de ganhar meu presente de aniversario da minha avó (o perfume Sherazade da Christian Gray, q logo veio a se tornar meu perfume favorito até hj), eu realmente fiquei curiosa e fui em busca da historia na integra, e fiquei sabendo q havia muuito mais na historia do q se é contado nos contos de fadas infantis ...

Vejam qual é a História de Sherazade, básicamente:

No início da obra conta-se que, enlouquecido com a traição de sua primeira esposa, o rei persa Xeriar a cada dia desposava uma virgem, e todo dia mandava matar a esposa com que passara a noite. Ele já matara quase todas as virgens do reino quando conhece Sherazade, que se oferece para casar com ele apesar dos protestos do pai, o vizir do rei. Sherazade, uma mulher bela e inteligente, arma um plano para acabar com a loucura do rei com a ajuda de sua irmã, Duniazade.
À noite, já nos aposentos do rei, Sherazade pede para se despedir de Duniazade. No meio da conversa, como haviam combinado antes, Duniazade pede à irmã que lhe conte uma história. Sherazade, que tinha lido livros e escritos de toda a espécie, conta uma história que, como havia planejado, cativa a atenção do rei. Com as primeiras luzes do dia, Sherazade interrompe a narrativa no meio, dizendo que a continuaria na noite seguinte. Curioso por saber o final da história, o rei concede-lhe a vida até a noite seguinte. Nas noites que se seguem, Sherazade continua narrando contos de conteúdo muito diverso, com componentes edificantes, mágicos e eróticos, fazendo com que o rei não perca seu interesse e mantenha-a viva.
Passam-se assim mil e uma noites de histórias maravilhosas, e durante esse período Sherazade dá a luz três filhos do rei. No final, Sherazade implora ao rei que lhe conceda a vida, e este, muito arrependido pelas suas ações passadas e impressionado por sua inteligência e dedicação, faz dela sua rainha definitiva. Duniazade também passa a fazer parte da corte, desposando o irmão do rei.



Obra: As Mil e Uma noites

é uma coleção de histórias e contos populares originárias do Médio Oriente e do sul da Ásia e compiladas em língua árabe a partir do século IX. No mundo ocidental, a obra passou a ser amplamente conhecida a partir de uma tradução ao francês realizada em 1704 pelo orientalista Antoine Galland, transformando-se num clássico da literatura mundial.
As histórias que compõe as Mil e uma noites tem várias origens, incluindo o folclore indiano, persa e árabe. Não existe uma versão definida da obra, uma vez que os antigos manuscritos árabes diferem no número e no conjunto de contos. O que é invariável nas distintas versões é que os contos estão organizados como uma série de histórias em cadeia narrados por Shrazade, esposa do rei Xariar.

Lista de histórias

  • O mercador e o Efreet
  • O pescador e o Marid
  • A História de Mobarak
  • Aladim e a Lâmpada Maravilhosa                          
  • A Aventura de Judar
  • Almaz, o Príncipe Brilhante
  • As Botas de Karam
  • Ali Babá e os Quarenta Ladrões
  • Aventura nos Sete Mares
  • História do mercador e do gênio
  • O Príncipe Narigudo
  • Omar e Yasmin
  • Os Príncipes do Oriente
  • Simbad

Eu conheço quase todaaas essas historias (tbm, existe um conto de fadas q eu nao conheça? conheço três vezes mais histórias q Sherazade kkkkkkkkk). Claro, q essa versão, e as versão infantis, são adaptações  ultra toscas da historia original kkkkkkkkkkk se vc for ler a historia ORIGINAL, vai quase acreditar q oq a gente conhece é uma outra historia kkkkkkkkkkk
A obra teve variaaas derivações durante os anos, até porque, se tratando de uma coletania, era facil perderem-se historias. Nessa obra de Galland, podemos encontrar historias q nao faziam parte das Mil e Uma noites original.

A primeira tradução a uma língua europeia foi realizada pelo orientalista francês Antoine Galland (1645-1715), que publicou entre 1704 e 1717 sua Mille et une nuits. A principal fonte para a versão de Galland foi um manuscrito sírio em três volumes, escrito em árabe, que terminava na noite 282 e não apresentava o final. Para completar a sua obra e aumentar o número de noites, Galland utilizou outros textos árabes, incluindo manuscritos egípcios (hoje perdidos) com os contos Príncipe Camaralzaman e a Princesa Budura e o Conto de Ganim. Galland também incorporou histórias que originalmente não se encontravam em nenhum manuscrito das Mil e uma noites conhecido. Uma é a história de Simbad o marujo, traduzida a partir de uma manuscrito árabe avulso. Outra fonte de Galland, segundo o próprio, foi um contador de histórias chamado Hanna Diab, um maronita de Alepo, que narrou-lhe contos como o de Aladim e a Lâmpada Maravilhosa e o de Ali Babá e os Quarenta Ladrões. Estes contos incorporados por Galland, e que aparentemente não formavam parte das Mil e uma noitesoriginal, tornaram-se extremamente populares e passaram a ser incluídos em manuscritos árabes e traduções europeias produzidas posteriormente.

Gente, confesso q ao ler isso, eu mesma me surpreendi kkkkkkkk nunca ia imaginar q a historia do Príncipe Camaralzaman e a Princesa Budura fazia parta da Mil e Uma noites. Eu sou super fã, louca apaixonada por ela desde pequena kkkkkkkkk era um dos meus contos preferidos para dormir. Mas nunca imaginei q fizesse parte das mil e uma noites...

Enfim, eu adoroooo a história da Sherazade. Ela foi muito inteligente e usou isso ao seu favor. Sem contar a coragem q ela demonstrou... A Sherazade é minha IDALA kkkkkkkkkkkkkk talvez, tenha sido até mesmo por conta dela (e é claro, pelo fato q não dormia sem ouvir historias kkkkkkkk) q o meu repertório de historias infantis é tao extenso kkkkkkkkkk eu conheço muuuuitas, mas muuuuitas historias mesmo.
E as Mil e Uma noites, possuem historias envolventes... cheias de fantasias, aventura... é realmente Mágico...

Bye Xoxo Bye
Otima leitura por mil e uma noites á todos :D

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Fantasmas

Gente,

Eu to inspirada hj kkkkkkkk como eu nao tive muito tempo pra escrever historias durante o dia, a inspiração acumulou para o blog durante a noite kkkkkkk por isso q estou na terceira postagem já kkkkkkkkkkkk

Aqui vai ser apenas uma lista kkkkkkk como vcs sabem, desde pequenininha tive quedas por histórias de fantamas kkkkkkkkk vou passar as minhas preferidas:

1- Os Fantamas se Divertem



Adam Maitland e sua esposa Barbara são um casal residindo em Winter River, Connecticut. O casal decide entrar de férias, mas no caminho tem um acidente de carro e caem no rio. Quando voltam para casa, não se lembram de como voltaram - e quando Adam tenta traçar o caminho de volta para ponte encontra um deserto com minhocas gigantescas. Voltando para casa, os Maitland descobrem um livro intitulado Manual para os recém-falecidos, fazendo-os perceberem que morreram.
Logo o casal descobre que a irmã de Barbara vendeu a casa para os Deetz, uma família de yuppies de Nova Iorque. A família é constituída do empresário Charles, sua esposa escultora Delia, e Lydia, a filha adolescente e gótica. Adam e Barbara decidem expulsar os Deetz, mas como não podem ser vistos pelos vivos, suas tentativas não surtem efeito. Decidem então ir para o mundo dos mortos atrás de ajuda, e descobrem ser um local marcado por burocracia, com uma enorme sala de espera. Após pegarem uma senha e serem chamados, são informados que têm de passar 125 anos em sua casa, e recebem um livro para aprender a assombrar. Após tentativas frustradas (que só fazem Lydia percebê-los), decidem pedir ajuda ao fantasma especializado em "exorcizar vivos" Beetlejuice.

>>>>Nao perdia uma vez q esse filme passava na sessão da tarde. Adoravaaaaa. É muito booom. (confesso pra vcs q ainda nao falo até hj "besouro sulco" mais de 3 vezes, por conta do ritual usado para chamarem ele kkkkkk).
Se vcs pararem pra pensar, a Lydia é um éspecie de mediadora kkkkkk pq só ela pode vê-los.

2- Os Caças Fantasmas











Em Nova York Peter Venkman (Bill Murray), Ray Stantz (Dan Aykroyd) e Egon Spengler (Harold Ramis) são três cientistas do departamento de psicologia da Columbia University, que se dedicam ao estudo de casos paranormais. Mas quando a subvenção termina eles são despedidos. Assim, Venkman sugere que tenham um negócio próprio, mas como não têm dinheiro fazem empréstimos e inauguram uma exterminadora de fantasmas chamada "Ghostbusters". Inicialmente eles só tem despesas e nenhum cliente, até que surge Dana Barrett (Sigourney Weaver), uma violoncelista que teve uma experiência há dois dias atrás bem assustadora no seu apartamento, pois Zuul, um demônio, parecia estar dentro da sua geladeira. Após isto Dana não voltou mais para casa. Venkman vai com Dana até a casa dela pensando em conquistá-la, mas nada consegue e também não encontra nenhuma entidade. Logo após o gerente de um hotel pede a ajuda deles e desta vez, depois de alguma confusão, eles capturam o fantasma. Surgem então em Nova York diversas aparições e os "Ghostbusters" são sempre chamados para resolver o problema, ganhando uma forte projeção através da mídia. Eles ficam tão sobrecarregados de trabalho que contratam Winston Zeddmore (Ernie Hudson), que nada sabe de assuntos paranormais mas quer um emprego que pague bem. Venkman procura Dana para marcar um encontro e diz que descobriu que Zuul foi um semideus adorado em 6000 A.C. pelos hititas, mesopotâmios e sumérios, sendo que Zuul, por sua vez, servia a Gozer. Logo depois surge na firma o exaltado Walter Peck (William Atherton), que trabalha na agência de proteção ambiental e acredita que Venkman, Stantz e Spengler sejam charlatões, estando disposto a desmascará-los.

>>>>Outro q nao perdia nuncaaaa. Nem o 1 nem o 2... mas sempre dei preferencia ao 1 por conta do Stay Puft (adooravaaa o boneco do mau gigante de marshmallow kkkkkkkk ele era tão fofs *-*)


3 - Os Outros



Durante a II Guerra Mundial, Grace decide mudar-se, juntamente com os seus dois filhos, para uma mansão isolada na ilha de Jersey, enquanto espera que seu marido regresse da guerra.
Como seus filhos sofrem de uma estranha doença que os impede de receber diretamente a luz do sol, a casa onde vivem está sempre na total escuridão. Apesar de não especificada no filme, a doença poderia ser concebida como a xerodermia pigmentosa. Eles vivem sozinhos, seguindo religiosamente certas regras, como nunca abrir uma porta sem fechar a anterior. Quando eles contratam novos empregados para a casa, uma vez que os anteriores abandonaram o emprego, coisas sobrenaturais começam a acontecer. Curiosamente o filme acaba de forma surpreendente, pois a realidade é que não são os mortos a perturbar os vivos, mas sim os vivos que estão a incomodar os mortos. [...]
>>>> Pode parecer estranho, mas eu realmente gostava desse filme kkkkkk confesso q nao era sempre q eu estava com coragem para assisti-lo, mas ainda assim sempre achei a historia dele bem interresante e o fim, surpreendente. Nunca esperei por ele

4 - E se fosse verdade



David Abbott (Mark Ruffalo) alugou recentemente um belo apartamento em San Francisco. A última coisa que ele gostaria era dividi-lo com alguém, mas logo surge uma jovem bonita e controladora, chamada Elizabeth (Reese Whiterspoon), que insiste que o apartamento é seu. David imagina que houve um grande mal entendido, até Elizabeth simplesmente desaparece. Ele muda a fechadura de casa mas isto não impede que Elizabeth ressurja, sempre aparecendo e sumindo como se fosse em um passe de mágica. David fica então convencido de que Elizabeth é um fantasma e passa a tentar ajudá-la a passar para o "outro lado" do pós-vida. Só que ela está convencida de que também está viva e se recusa a fazer qualquer travessia.

>>>>Esse é um pouco mais recente, mas ainda assim não percooo. Nunca vou esquecer da primeira vez q vi, logo q lançou, em 2005. Eu ainda morava lá em Sampa *-*

5- Gaspazinho ( Casper )


Um "terapeuta de fantasmas" chega em uma sombria mansão acompanhado de sua filha . Ele foi contratado por uma milionária (Cathy Moriarthy), que pretende exorcizar os fantasmas do local para assim poder obter um tesouro escondido no casarão. Mas os fantasmas não querem a presença de "humanos", com exceção de um bom fantasma, que deseja fazer um amigo.

>>>>Gente, esse era o filme da minha vida kkkkkkkkk quantas vezes nao cheguei a faltar na escola só pra ver ele kkkkkk minha mãe ja até sabia: dia de Gasparzinho era o dia q eu nao faria mais nada a nao ser estar na frente da Tv até o filme acabar kkkkkkkkkk adoraaavaa de paixão esse filme.


6 - Danny Phanton




Danny Fenton é um típico adolescente tímido e "invisível" de 14 anos. Estudando no seu colégio, o Instituto Casper, ele não se enquadra em nenhuma tribo e é discriminado pelos demais alunos pelo excêntrico ramo de sua família, a caça aos fantasmas, a exceção de seus dois amigos, a gótica vegetariana Sam Mason e o tecno-nerd Tucker Foley. Tudo muda num dia em que Danny ao trazer seus amigos para conhecer o laboratório de seus pais, aceita um desafio de Sam de entrar no inacabado invento de seus pais, uma máquina que cria um portal para a "zona fantasma". Só que um acidente acontece quando ele sem saber encosta no interruptor e ativa o portal com ele dentro. Bombardeado pela energia da máquina, seu corpo é contaminado pelo ectoplasma e se transforma em um híbrido humano/fantasma, com medo da reação de seus pais caçadores ele cria a identidade secreta do herói Danny Phantom. Juntamente com a ajuda de seus dois amigos, e mais adiante de sua irmã, ele usa seus poderes sobrenaturais para lutar contra os fantasmas malignos que assombram sua cidade.

>>>>Esse desenho passou no meio das minhas ferias certa vez, no programa da xuxa. Confesso q por conta dele, eu, pela primeira vez na vida, nao queria voltar a escola das férias, só pq estudava de manhã e ia perder os episodios kkkkkkkkk sério, eu fiquei inconsolavel qndo soube q nao ia poder ver, pq eu tinha ficado mesmo VICIADA (como no caso do Gasparzinho rsrsrs). Eu ia dormir cedo de noite só pra levantar no dia seguinte pra ver kkkkkk contava os minutos no relogio.

7- Morte e Vida de Charlie


>>>>Sobre esse ja falei, entao, basta dizer q é apaixonante a história



Por hora são esses q eu lembro kkkkkk eu sei q tem mais, mas o sono está me afetando já kkkkk afinal, já sao 04:00 da matina kkkkkkkk se estivessemos no horario de verão ja seria 5 (confesso q ontem fiquei aqui até as 5:15 e nem tinha essa horinha a mais de hj kkkkkkkkkk). Assim q eu lembrar de mais coisas, eu venho aqui e acrescento *-*
Por hora, ficamos apenas com minha saudade do passado e a prova q minha inclinação á fantasmas não é recente como muitos pensam kkkkkkkkkkk eu sempre achei essa coisa fantasmagórica legal, pelo fato de q eles são "segredo", se me entendem. é tão legal ter uma coisa só sua, q ninguem sabe, nem pode saber kkkkkkk muito legal isso, nao sei explicar kkkkkkkkkk

Bye xoxo Bye

Origens

Vamos agora a ultima personagem principal de Mundos Paralelos.

Sofia


Nome: Eu escolhi o nome da Sofia por três motivos. Primeiro: na época eu era super fã desse nome, e adoro seu significado: "sabedoria". Segundo, eu tinha visto recentemente o Código da Vinci e e a Sophie Neveu realmente chamara minha atenção (adooroo o livro kkkkkkkkk né gente? kkkkkkkkk) e em Terceiro: eu estava viciada num desenho japonês chamado "O castelo Animado", onde a personagem principal se chama Sophie. Por esses três motivos e essa alta incidência desse nome, resolvi usar ele para minha personagem principal.
>> O Codigo da Vinci: http://pt.wikipedia.org/wiki/O_C%C3%B3digo_Da_Vinci_(filme)
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_C%C3%B3digo_Da_Vinci
>> O Castelo Animado: http://pt.wikipedia.org/wiki/Howl_no_Ugoku_Shiro

Personalidade: A Sofia é uma pessoa q tem duvida sobre si mesma. Seu maior objetivo é o de se auto-realizar. Acho q de certa forma, esse é o desejo interno de quase todos os seres humanos. Mas, apesar disso, ela enfrenta tudo de cabeça erguida. Ela é extremamente decidida, e ninguem é capaz de fazê-la mudar de resolução quando acredita q algo é realmente o certo a se fazer, apenas para provar a si mesma de q é capaz.
E se sua busca pela auto-satisfação é oq a leva a ser exatamente oq ela é de melhor, também é a razão para aquilo que a faz fazer muitas coisas idiotas durante a história. O fato dela nao se achar boa o suficiente para o Ed, mas ainda assim não aceitar q ele vai inevitavelmente embora a menos q ela faça alguma coisa, causa grandes conflitos no decorrer de tudo. E sua insegurança a torna tbm uma pessoa ciumenta, as vezes até irritante, principalmente com relação á Ed e Rosana.

Origem: Como eu ja havia falado, a historia veio de um sonho meu, e a Sofia era a tal maga resgatada. Assim, coloquei-a no papel, da forma q imaginei q ela seria, buscando tbm, refletir a alma das pessoas q conviviam comigo. Sendo assim, ela é uma personagem mais baseada nas pessoas ao meu redor do q em mim mesma, como é o caso de outras personagens q escrevi.

Psicologico: Como ja foi dito, a Sofia reflete a necessidade de mostrar a si mesmo q se é capaz. As duvidas dela, o medo de perder... e muitas vezes, o medo de arriscar em determinadas situações, são coisas q encontramos com a maior facilidade durante a vida.
E ela mostra tbm, q qndo usamos o medo ao nosso favor, ele pode ser o maior aliado. Ela acreditava q nao era capaz de quase nada, q todos eram melhor q ela e ela nao passava de nada. Mas, ao contrario de ficar trancada se remoendo por isso, ela correu atrás, para conseguir provar q podia ser mais se quisesse. Sendo assim, ela foi a mais empenhada em todas as missões, tarefas e resoluções q enfrentaram. Ela usou aquilo q a afetava de modo benéfico a si e aos outros. E passa a mensagem de q todos devem agir assim.

Aladin

Peoples,

Vcs lembram que no Post da Bela e a Fera comentei sobre mais duas das minhas 3 histórias preferidas? Pois bem, cá estou eu, fazendo mais um post, e agora vcs me verão citando meu querido e amado Aladin *-* (calmaaa Jesse, vc ainda é o meu Number One :D kkkkkkkkkkkkkk)

Como eu tinha comentado já, Aladin foi a história que me tirou do vicio permanente e incessante da fita da Branca de Neve kkkkkkkkkk foi o primeiro filme que aceitei alugar depois de ter alugado pela primeira vez a Branca (e confesso que só aceitei pq tinham alugado a MINHA fita kkkkkk *desde pequena tomo posse daquilo q gosto kkkkkkk cabeça dura ¬¬' kkkkkkk*)

Não sei porque, mas depois q vi Aladin a Branca se tornou menos "colorida" pra mim kkkkkkkk e A MUSICA? um mundo ideal sempre foi e sempre será minha musica tema *-* E olha, na época eu tinha 4 anos kkkkkkkkkk fiz minha mãe gravá-la numa fita K-7 para mim (para gravar a gente punha o filme no video, a fita naqueles radinhos gravadores e encostava na tv pra gravar kkkkkkk nada de baixar da Net rsrsrsrs #nostalgia)

Oq eu admiro mesmo naquela história, não é nem o enredo, nem nada além disso. O que admiro de verdade ali é o All (o gênio chama ele assim kkkkkkk). O Aladin, não sei como explicar, mas ele passa aquilo q eu acredito q as pessoas devam ser. Ele pode ser pobre, mas mantêm seu cáracter, seus valores... e busca o melhor pra si e para todos. Sem contar q é uma alma independente... é corajoso, inteligente...
Claro q, durante alguns momentos da historia ele fica confuso e meio sem noção do q pode ser certo ou errado. Mas só continua com isso até quando afeta ele unica e exclusivamente. A partir do momento q seus atos passam a afetar as pessoas ao seu redor, ele larga tudo para trás e vai atrás do q é necessário ir.

Vejam a Sinopse:

"É uma história arábica sobre um menino chamado Aladdin, um ladrãozinho de rua que se apaixona pela princesa Jasmine. Só que o garoto é enganado por um velho que é na verdade Jafar, o vizir do reino, que manda Aladdin ir buscar uma lâmpada mágica que contêm um gênio e que realizará três desejos, sendo que na realidade Jafar quer o poder do gênio para si." (a história é apenas uma das contada por Sherazade nos contos das Mil e Uma Noite *história q amoo tbm*)

Aladin na Caverna das Maravilhas, onde
apenas alguém considerado "um diamante bruto"
poderia entrar

Tem um enredo relativamente simples a história, e é como eu disse á pouco: oq conquista aqui é o Aladin.
Eu sempre fui fã dessa historia. Desde o momento q vi pela primeira vez, eu fiquei encantada. E até hoje o encanto permanece a cada vez q vejo (isso mesmo, ainda assisto Aladin qndo me dá a louca rsrsrs)

E, caso vcs nao saibam, Jonathan Freeman, q cedeu a voz ao Jafar no desenho, participou depois do musical da Bela e a Fera na Broadway ... coincidencia???? hum....

Vejam, a melhor cena cena do filme (para os mais apressadinhos, a música UM MUNDO IDEAL começa exatamente as 2:50min :D) mas aconselho q vejam a cena inteira, pq é lindaaa *-*

Para quem viu e nao entendeu patavinhas pq nao conhece a história kkkkkkkkkk, O Aladin pediu ao Gênio para transformá-lo em principe para conseguir conquistar a Jasmin. E ela acredita q conhece o Aladin, pq ela ja tinha estado com ele na sua fulga ao mercado (sim, a princesa fugiu para o mercado kkkkkkkkk). Lá, eles tiveram q fugir dos soldados do pai dela, e nessa fuga, o All falou a mesma coisa q falou antes dela subir no tapete:
-Vc confia em mim?
Mais pra frente, qndo ele pega a maçã da arvore, e passa pra ela daquele jeito, ele se entregou mais ainda porque quando estavam na casa dele, logo depois d cena do mercado, ele fez a mesma coisa com a maça.
No fim das contas, quando ela pergunta sobre o Abu (o macaquinho de estimação dele) e ele responde q ficou em casa pq nao gosta de voar (e detalhe, pq ele foi transformado num elefante tbm rsrrss), ela teve certeza q era ele. Porém, ele nao quis confessar q era pobre e contornou a situação, da forma como vcs viram rsrsrsrs

Jasmin de camponesa ao fugir do Palacio para
o mercado onde logo conhece o All

Tudo iria correndo bem se nao fosse o Jafar kkkkkkkk Nossa, esse vilão sim é do mau. Talvez, um dos mais malvados da história da disney... talvez até mais q a Meleficient (A Bela Adormecida) e a Madrasta Má (Branca de Neve). Como ajudante, o Jafar tem o Yago, que apesar de ser um papagaio irritante, passa a ser de grande ajuda pro Aladin na sequencia da Série.


Jafar e Yago

O filme se tornou uma trilogia. Além de Aladin, temos:

>> O retorno de Jafar
Q como o próprio nome já diz, é quando o Jafar "retorna" kkkkkkkkkk

>> Aladin e os 40 ladrões
Aqui, eles juntaram duas histórias das mil e uma noites, como vcs sabem. Ainda nessa história, o All encontra o pai dele...


Jafar e Jasmin, quando ele transformou-a em
sua serva, ao conseguir roubar a lâmpada do All

Sinceramente, quem ainda não viu esse filme não sabe oq está perdendo. Vale a pena ver, com toda a certeza. :D

***** Agora vejam e me diga: não temos uma grande semelhança aqui?




Bye xoxo Bye

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Povinho meu,

Antes de mais nada vou comunicar q Brincando com Fogo não está parado não. Eu ando num ritmo meio lento, sabem, to meia sem imaginação, mas a história tá indo kkkkkkkk fui um pouquinho mais pra frente do Cap 5 e garanto pra vcs q o Eron agora está bem melhor do que era kkkkkkkkkkk

Outra coisa que quero falar, é pra vcs, se puderem, me ajudarem a descobrir editoras novas, q possam publicar meu livro. Afinal de contas, todos nós queremos eles em mãos, não? Editora grande será bem mais difícil de me aceitar, por isso q digo editoras estão começando, assim há uma mutualidade de interesses.

E ahhh, Muuuitissimo obrigada Thay, por me citar tantas vezes em seu blog *-*
Vejam gente, o Post q ela fez inspirado no meu da Bela e a Fera: http://japansbutterfly.blogspot.com/2011/02/letters-just-me-pt-i.html
E ainda vai ter Parte II (louca pra ver)  #Own

Outra coisa: agradeço a vcs por estarem comentando *-*  Tão vendo, eu nao sei só brigar não kkkkkkkkkk
É muuito mais legal abrir o blog e ver q vc realmente leram oq eu escrevi :D

XoXo Pessoal,
Obrigado por estarem ai do outro lado *-*

Velho Oeste

Gente minha kkkkkkkkkkk (essa ai foi tensa, confessem kkkkkkkk)

Vamos falar do bom e velho oeste americano, que acham?
Oeste = Califórnia tbm *-*
So de Aviso: Outro dia eu fiz um post (muito bom por sinal kkkkkk) no blog da Thay (http://japansbutterfly.blogspot.com/2011/02/world-tourinvadido-california-eua.html)
Deêm uma olhada e aproveitem para dar uma viajada no resto do Tour dela ao redor do mundo tbm, q está muito esclarecedor pra qm quer viajar rsrsrsrs (Thay guia turistico kkkkkkkkkk)
Mais pra frente farei um da Califórnia aqui tbm ....

Mas, indo ao tema do post:
Sempre fui fã do Oeste Americano rsrs Quando era pequena eu via alguns filmes de Bang Bang com meu avô *-* era bem legaal...




Depois disso (acho q todos foram kkkkk), eu fui influênciada pelos cenarios de faroeste sempre presentes nos desenho animados. Todos os desenhos tinham "episodios" que retratavam o velho oeste não é mesmo?

 Lembram-se?


Pica-Pau ( a Jane Calamidade >>ao lado direito<< é inesquecivel rsrsrsrs). Tom e Jerry,  Looney Tunes (Pernalonga, Patolino....)


E quem se lembra do Pepe? (Pepe Legal para os não intimos kkkkkkkkkk)... eu era loucaaa por esse "Xerife" maluco kkkkkkkk e quando ele virava o El Kabong? kkkkkkkkkk era rachanteeee... a arma dele era um violão :O kkkkkkkkkkkkk












e nao se esqueçam do cachorrinho viciado em biscoitos (q esqueci o nome kkkkkkkkkkk) Eu achava ele tãooo fooofs #own

Depois veio a novela Bang Bang, alguem lembra??? ( se vc não perdia um episodio levanta a mão \o/ ) kkkkkkkkkkkkkk Foi umas das poucas novelas q acompanhei .... Era muito engraçada kkkkkkkk


A ainda tinha no elenco Bruno Garcia e Marcos Pasquim (atores q eu realmente admiro muuuito). O Papel da Fernanda Lima também foi sensacional nessa novela *-*

A música da Vanessa Camargo - Nao Resisto a Nois Dois está no meu repertório de prediletas até hojeeeee.... kkkkkkkkkk

Enfim, básicamente esse cénario de faroeste sempre me interresou kkkkkkk E aquelas cidades fantasmas, onde as pessoas iam passando e estava tudo vazio rsrsrs só a cerragem passando.... muuito shooow....

E a MUSICA dos Filmes de Faroeeste não é lindaaaaaa???? Eu acho q via os filmes básicamente, além de ver o povo numa cidadezinha q eu considerava extremamente legal pra se viver ( nao me perguntem pq rsrsrs) , para ouvir essa musiquinha kkkkkkkk
Pra quem não conhece, oq duvido q aconteça kkkkkkkkk qualquer um conhece essa musica kkkkkkk abaixo o video dela:


E agora, recentemente temos o Jesse kkkkkkkkkkkk q acredito q mesmo q nao fosse louca pelo Oeste Americano já teria me tornado na boa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mas, como vcs sabem, nem tudo são flores :-S na vida real, a historia do oeste é bem triste e marcada por muita violência e injustiça ... :_(

"Esta incessante e prolongada migração de gentes para o oeste deslocou culturas ancestrais e oprimiu minorias étnicas de ameríndios. Em contraste, o período suscitou importantes avanços na indústriacomunicações e agricultura, à custa em vários casos de uma intensa exploração dos recursos humanos e naturais."
>>>>Na integra:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Velho_Oeste


Muito trágico como as coisas ocorreram, mas o cinema e a televisao conseguiram mostrar um lado diferente do Velho Oeste, q apesar de nao suprir nem de apagar a desgraça da verdade, mantêm a memoria da época de uma maneira ficticia, mas ainda, mantêm na história.

XOXO

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Musicas

Povo,

Eu fiz uma pequena listinha das musicas q mais ouço atualmente. Espero q gostem *-*


Essa música da Taylor é simplesmente perfeeeeita.
Sempre fico com vontade de chorar quando eu a ouço.
É muito linda.

Como todas as músicas do J&M essa não poderia 
deixar de ser mais do q D+ não acham?
Amooo eles...

Essa musica é lindaa... uma das melhores do cd na minha opinião
(q por sinal, eu ganhei a pouco tempo... o melhor presente q ja
ganhei até hoje, confesso pra vcs *-*)
Quem me conhece sabe como sou louca por eles rsrsrs

Nossa, essa música da Norah é a melhor dela
na minha mais sincera opiniao. Claro que todas as 
musicas dela são boas, mas essa? vai virar Clássico

Amooo de paixão essa música, amo mesmoo.
Esta aqui é a versao ao-vivo, não pus o video oficial pra vcs
não brigarem comigo kkkkkk Mas mesmo ao vivo
ela continua maraaaaa

Viciante, é tudo q digo. Quando coloco ela pra tocar
não ouço menos do que 5 vezes antes de PENSAR em mudar
só pra acabar vendo q nao quero mudar, e ficar ouvindo
mais 5, 10, 15 vezes rsrs *-*

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

A bela e a Fera

Oieee povinho meu,

Hoje, enquanto passava roupa, fiquei vendo o desenho da Bela e a Fera. Como vocês devem saber, essa historia anda em alta atualmente em varios cantos rsrrsrs acho q isso se deve principalmente ao lançamento do filme Beastly, q conta com Vanessa Hudgens, Alex Pettyfer e Mary-Kate Olsen.
---> Mais Informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Beastly e http://www.cinemaemcena.com.br/ficha_filme.aspx?id_filme=8755&aba=detalhe


Como eu ia falando, enquanto estava vendo o filme, e confesso q essa era uma duvida q estava comigo a um certo tempo já, fiquei pensando em qual era primeira versão da história, quando surgiu e quem escreveu. Pois bem, como vcs sabem q adoooro fazer, fui pesquisar. E como sempre ( não é querendo me gabar rsrsrsrs ) achei coisas bem interresantes sobre a história, coisas q nós nunca imaginávamos.

Vejam como era a historia original. Dá pra acreditar?

"Em francês La Belle et la Bête, a primeira versão do conto foi publicado por Gabrielle-Suzanne Barbot, Dama de Villeneuve, em La Jeune Ameriquaine et les Contes Marins, em 1740.
Segundo essa versão, a Fera foi um príncipe que ainda jovem perdeu o pai, e sua mãe partiu para uma guerra em defesa do reino. A rainha deixou-o aos cuidados de uma fada malvada, que tentou seduzi-lo enquanto ele crescia; quando ele recusou, ela o transformou em fera. A história revela também que Bela não é realmente uma filha do mercador, mas a descendente de um rei. A mesma fada que tentou seduzir o príncipe tentou matar Bela para casar com seu pai, e Bela tomou o lugar da filha morta do mercador para se proteger. Em 1756, Madame Jeanne-Marie LePrince de Beaumont diminuiu o número de personagens e simplificou o conto."


Difereente não?
A Disney faz mesmo milagres nas histórias... (pro bem e pro mau rsrsrs).
A versão deles foi a mais conhecida, e até mesmo virou musical na Broadway.

Vejam a Sinopse caso nao conheçam a história, e se choquem com a diferençaaa.

"Na França um príncipe belo porém arrogante morava em seu reluzente castelo cercado por seus fiéis criados. Em uma gélida noite de inverno, uma velha mendiga bateu na porta do príncipe, oferecendo uma singela rosa em troca de abrigo para se proteger da neve e do frio. O príncipe enojado pela aparência da velha recusa a oferta e a manda ir embora. Ela o aconselha a não deixar-se enganar pelas aparências externas, pois nem tudo é o que parece. Quando o príncipe voltou a expulsá-la, ela se transformou em uma bela feiticeira. O príncipe tentou pedir perdão, mais era tarde, ela já havia percebido que não havia amor no coração dele, e para castigá-lo transformou-o em uma fera horrenda. A feiticeira lançou uma maldição no castelo e em todos os que lá viviam. Horrorizado por sua monstruosa aparência a Fera se confinou no castelo com um espelho mágico, que era sua única janela para o mundo exterior. A rosa oferecida pela mendiga era encantada e iria florescer até o 21ª aniversário do príncipe. Até lá se ele amasse e fosse correspondido o feitiço se quebraria, senão ele estaria condenado a permanecer Fera para toda a eternidade. Com o passar do tempo ele perdeu as esperanças pois quem seria capaz de amar uma Fera? Dez anos mais tarde uma bondosa jovem chamada Bela mora com seu pai, Maurice, numa aldeia na província.
Bela é uma jovem amante dos livros que sonha com um príncipe disfarçado, duelos de espadas, muitas aventuras e etc... Ela é considerada excêntrica pelos demais moradores da aldeia que acham seu pai um cientista maluco. Gaston é um belo porém arrogante rapaz que deseja ardentemente casar-se com Bela. Mesmo que as Bimbettes e muitas outras jovens suspirarem por Gaston, Bela o acha arrogante, tolo. Uma invenção de Maurice é bem sucedida, e ele parte em viagem à uma feira. Maurice e Philipe, seu cavalo, por infortúnio perdem-se na floresta e são atacados por lobos ferozes e famintos. Philipe foge e Maurice entra no castelo da Fera. Os criados do príncipe foram transformados em objetos encantados como Lumiére, o festivo e extrovertido maître do castelo da Fera, apaixonado por Babette, uma camareira transformada em um espanador, Horloge, o severo e pomposo mordomo transformado em relógio de pêndulo, a maternal governanta Madame Samovar e seu Zip, respectivamente um bule e uma xícara de chá.
Quando os objetos (exceto Horloge) tratam Maurice como um convidado, a Fera o torna seu prisioneiro. Philipe corre até Bela, e a leva para o castelo. Lá ela fica no lugar de seu pai como prisioneira da Fera, e os objetos tem esperança que ela aprenda a amar a Fera e que eles voltem a ser humanos outra vez. Mas Gaston fará de tudo para impedir isto.
No final, a Fera aprende a amar, e é correspondida por Bela. Quando isso finalmente acontece, o feitiço é quebrado, revelando belo príncipe e todos os criados, antes objetos."



A história é muuuito linda... e a Bela se encaixa na maioria de nós, Divinas Leitoras ( quem lê nao é considerado em momento algum reles mortal rsrsrs nao concordam?). Sério, todos sabem q minha princesa preferida sempre foi e ainda é a Branca De Neve, até pq sempre me julguei parecida com ela kkkkkkk mas, hj em dia, quando se trata de personalidade, eu me indentifico mais com a Bela ( kkkkkkk vou confessar q outro dia eu tava lendo aquela revista "princesas" de criança -- releva gente, qndo vc fica numa biblioteca q nao entra ninguem boa parte do seu dia, qualquer coisa pra ler é lucro kkkk -- e fiz o teste: q princesa vc é? e ai empatou, a Branca De Neve com a Bela kkkkkkk )

Quando era pequena era super fã da Branca De Neve, tanto q passei um ano e meio alugando a fita dela toda semana ( juro por tudo q vc quiser q nao faço idéia de qntas vezes vi esse filme... alugava todaaa a vez q ia na locadora... aceitar outro era impossivel kkkkkkkk). A gente tinha acabado de comprar um video cassete, e alugar filme era uma novidade (olha q coisa antiga kkkkkkkk), entao fizemos isso sem parar, toda a minha familia ( vejam bem, eu nao aproveitei rsrsrs foi um filme só kkkkkk). Só fui parar de alugar esse filme qndo aluguei Aladin, q por sinal é o principe dos principes.... meu favoritooo entre todos rsrsrs ....

Mas quando vi a Bela, me identifiquei com suas idéias... ela busca o além sabem? ela quer mais, como acredito q todas nós queremos, e isso a torna uma especie de representação da nossa alma...



Fico imaginando a gente, vivendo naquela época, quando as mulheres deviam ser seres irracionais e a leitura era inaprópriada. Como a Bela ( e todas as mocinhas dos romances de banca historicos q leio ) a gente seria considerada estranha, uma aberração pra sociedade. Será q a gente ia conseguir viver assim? Eu sei q eu nao conseguiria... essa coisa de ser presa nao me atrai nem um poquinho, seja fisicamente ou racionalmente....

Voltando, a historia passa uma moral bonita, valores bonitos. E é tão importante historias do genêro, q fazem criticas sociais, abrindo os olhos das pessoas, q tem tendencia a pior cegueira q pode existir: a cegueira da alma

Vejam, uma das cenas mais bonitas do filme:




Você vai percebendo no decorrer do enredo, as mudanças de comportamento dos personagens, a mudança de visão tanto de um lado, quanto do outro. A união, a boa vontade... Você vê tanto a Fera se esforçando para mostrar a Bela q era alguém melhor ( dêm uma olhada na foto a Biblioteca maravilhosa q ele deu a ela ) quanto a Bela se esforçando para demonstrar q era capaz de ver além do monstro... É encantador...



E para fechar com chave de ouro, nada melhor q uma das musicas mais lindas da Disney: Sentimentos

(quem nunca chorou com essa música hein? Impossiveeel não ter feito kkkkkkkk se não, não viveu ...*-*)





Sentimentos

A Bela E a Fera

Composição: Howard Ashman e Alan Menken
Sentimentos são fáceis de mudar
Mesmo entre quem não vê que alguém pode ser seu par
Basta um olhar que o outro não espera
Para assustar e até perturbar, mesmo a Bela e a Fera
Sentimento assim, sempre é uma surpresa
Quando ele vem nada o detém
É uma chama acesa
Sentimentos vem para nos trazer
Novas sensações, doces emoções
E um novo prazer
Numa estação como a primavera
Sentimentos são como uma canção para a Bela e a Fera
Sentimentos são como uma canção para a Bela e a Fera
Sentimento assim, sempre é uma surpresa
Quando ele vem nada o detém
É uma chama acesa
Numa estação como a primavera
Sentimentos são como uma canção para a Bela e a Fera



terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Coluna: O Amor

O AMOR – PARTE 2

“Eu nunca pensei muito em como morreria, mas morrer no lugar de alguém que amo seria uma boa forma de partir” foi isso que disse Isabella Swan em suas primeiras palavras. Morrer por amor não implica somente em pais, filho, mães, sobrinhos, avós... Mas também amigos e o mais nobre, por aqueles que não conhecemos.

Soneto
Álvares de Azevedo

Pálida, à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!

Era a virgem do mar! Na escuma fria
Pela maré das águas embalada...
- Era um anjo entre nuvens d'alvorada,
Que em sonhos se banhava e se esquecia!

Era mais bela! o seio palpitando...
Negros olhos, as pálpebras abrindo...
Formas nuas no leito resvalando...

Não te rias de mim, meu anjo lindo!
Por ti - as noites eu velei chorando,
Por ti - nos sonhos morrerei sorrindo!



Mil anos atrás um homem morreu por amor à humanidade. Sem questionar, entregou-se. 



Cerca de 20 anos atrás, um ônibus, nos EUA, com estudantes em uma viagem ficou preso em uma enchente. Vários alunos morreram, muitos de salvaram, mas um teve destaque. Esse aluno conseguiu tirar vários colegas do ônibus, mas infelizmente ele não teve a mesma sorte. Ele morreu pelos colegas, sem nem uma restrição. Falar assim depois de tanto tempo de um fato que aconteceu quando eu ainda eu nem era nascida pode parecer fácil, mas é do ser humano, é instinto, independente do momento, da pessoa ou do que quer que seja. 



Reflita e responda: E você? Morreria por quem? 

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Valentine's Day

Ou “Dia Internacional do Amor”...



Hey Povinho meu,

Vcs viram a coluna da Evelyn? Eu ameeei *-* ... O amor, de todas as maneiras, de todas as formas e ainda assim em todas as épocas e lugares... duvido que alguém já tenha visto a coisa por esse lado , né?

E, sendo assim, como vcs viram, aquela foi a Parte I, que foi a introdução para o dia de hoje: valentines Day . Calma meninas, não precisam se preocupar... eu postei hj bem tarde para evitar as milhares de caixas e barras de chocolates, os litros de coca e os potes de sorvetes *-* kkkkkk não seria eu a lembrar vcskkkkkkkk deixa isso pro dia 12 de junho, até pq tem mais sentido sofrer nesse dia kkkkkk e logo vcs verão pq...

Definição e historia: 14 de fevereiro (Dia de São Valentim)




Origem

O feriado do dia dos namorados provavelmente origina-se da festa romana antiga de Lupercalia.
Ninguém sabe exatamente quem foi o Santo Valentine. De fato, os registros da igreja mostram o mesmo Santo Valentine nomeado por dois povos. Ambos foram jogados na cadeia.

O Primeiro Valentine:

Nos últimos dias de Roma, os lobos ferozes vagavam próximos às casas. Os romanos convidavam um de seus deuses, Lupercus, para manter os lobos afastados. Por isso, um festival era oferecido em honra de Lupercus e comemorado no dia 15 de fevereiro. Lembrando que o calendário era diferente naquele tempo.

Como um dos costumes do povo, no início do festival de lupercalia, os nomes das meninas romanas eram escritos em pedaços de papel e colocados em frascos. Cada homem escolheria um papel. A menina cujo nome era escolhido, devia ser sua namorada durante aquele ano.

Valentine era um padre em Roma, quando o cristinanismo era uma religião nova. O imperador nesse tempo, Claudius II requisitou que os soldados romanos não se casassem. Claudius acreditava que, como homens casados, seus soldados iriam querer permancer em casa com suas famílias ao invés de lutar nas guerras.

Valentine foi contra o decreto do imperador e casava secretamente os jovens. O padre foi preso e julgado à morte. Valentine morreu em 14 de fevereiro, no mesmo dia do feriado romano de Lupercalia. Após sua morte, Valentine foi considerado santo.



 O Segundo Valentine:

O segundo Valentine foi preso por ajudar alguns cristãos. Enquanto na cadeia, apaixonou-se pela filha cega do carcereiro. Seu amor por ela e sua grande fé operaram um milagre, curando a sua cegueira.

Antes dele ser morto (diz-se que foi decapitado em 14 de Fevereiro do ano 269 D.C.), enviou-lhe uma mensagem de despedida assinada: "De seu Valentine". Esta frase tem sido usada, desde então, em cartas de amor.




O Feriado:

No ano 496, o Papa Celasius decidiu adotar 14 de Fevereiro para honrar a memória de St. Valentine (não se sabe ao certo qual dos dois, ou se os dois).

O feriado caiu no dia anterior ao festival romano de Lupercalia, em honra do deus Lupercus que protegia as colheitas e contra os lobos. Talvez de caso pensado para se ter uma festa cristã em contraponto ao festival pagão.


O festival de Lupercalia era comemorado em 15 de fevereiro. Com o passar dos anos, o "Valentine's Day" e o festival de "Lupercalia" foram unidos em um único feriado e transformaram-se em um momento mágico para se comemorar o amor e a afeição.

Comemoração:



Nessa data, as lojas vendem cartões, as pessoas compram esses cartões ou escrevem cartas e oferecem à pessoa amada, não necessariamente namorado(a). As crianças por exemplo fazem seus cartões e entregam para professores, amigos, parentes. Normalmente os cartões são acompanhados de doces, flores, ou outros presentes mais elaborados.

No Japão as meninas dão presentes, invariavelmente chocolates, no dia 14 de fevereiro para um menino que elas gostam muito. Caso ele se interesse por ela, no dia 14 de março, chamado de White Day, haverá a retribuição.


E ai pessoal, já enviaram seus cartões? (mesmo q virtual?)

XOXO
Happy Valentines Day a todos

E esperemos a Parte II da Coluna da Evelyn .... *-*
Pra fechar Nossa Série :D um dia antes e um dia depois de Valentine's Day....